Skip to content

Tudo sobre Contrato de empréstimo de dinheiro

Tem dúvidas sobre o contrato de empréstimo de dinheiro? Leia o texto e saiba mais sobre este tipo de documento tão importante para que for realizar um empréstimo e precisa de um contrato no qual fique claro toda a questão formalizada entre ambos, tanto o devedor quanto o credor.

O empréstimo de dinheiro, mesmo que seja realizado no banco ou entre outra pessoa física deverá ser formalizado via contrato. No banco sempre haverá um contrato que irá deixar ciente para ambos o que foi solicitado, desde valor emprestado, datas, juros, serviço, tempo de pagamento.

O mesmo deve ocorrer até entre amigos que forem fazer um empréstimo. O contrato de empréstimo é uma prova assinada por ambos de que houve um serviço feito.

Como deve ser o contrato de empréstimo de dinheiro?

Os bancos já apresentam um contrato pronto no qual o cliente irá assinar. É recomendado que se leia sempre qualquer contrato antes de assiná-lo. Depois de assinado, você não tem o que dizer ou querer voltar atrás. É a sua assinatura a favor. Por isso, a dica principal é nunca deixar de ler um contrato antes de assinar!Tudo sobre Contrato de empréstimo de dinheiro

Normalmente dependendo da negociação, no contrato também constará a assinatura de testemunhas, que no caso, garante que tanto o devedor quanto o credor assinaram o documento. E dependendo da situação, depois de feito e assinado o contrato, este é autenticado e registrado no Cartório de Registro de Títulos e Documentos, já que apenas com o registro público o contrato passará a ser válido para pessoas alheias à relação de empréstimo. O registro no cartório não é obrigatório, mas se recomenda.

Tipos de empréstimo e modalidades

É válido esclarecer que são Duas as modalidades de empréstimos: o Mútuo e o Comodato. Conforme o art. 579 do Código Civil, “comodato é o empréstimo gratuito de coisas não fungíveis. Perfaz-se com a tradição do objeto”. Já o mútuo é o empréstimo de coisas fungíveis. O mutuário é obrigado a restituir ao mutuante o que dele recebeu em coisa do mesmo gênero, qualidade e quantidade.

Cuidados com o contrato de empréstimo

Para a realidade de muitas pessoas, recorrer a um empréstimo é a salvação para quitar uma dívida, entre outras coisas. E sempre quando é firmado um empréstimo, o cliente assina o contrato. Mas na pressa de querer obter o quanto antes o acesso o dinheiro, muitas pessoas acabam não lendo com atenção o contrato.

Não quer dizer que o banco vá tentar prejudicar o cliente, não! Mas ele deve ser lido para que o cliente tenha em mente tudo o que será cobrado, de que forma, data de pagamentos, cobrança de juros, tempo para pagar.

Por isso, é tão importante entender quais são as cláusulas do contrato. Mesmo que este seja longo, não deixe de perder alguns minutos para lê-lo com atenção. Em muitos casos, o próprio contrato tem encargos, do qual o cliente assina e sequer sabe o que terá que pagar.

Ou seja, todo o contrato gera efeitos jurídicos relativos a obrigações e deveres entre contratante e contratado para o seu correto cumprimento, logo é tão importante ter conhecimento sobre as condições apresentadas.

Modelo contrato de empréstimo?

O contrato pode conter uma nota promissória e também a declaração de que você autoriza o banco qualquer tipo de serviço. Por isso, a cautela antes de assinar. Então, independente do tipo de contrato, verifique, e confirme o valor das parcelas que serão pagas e da taxa de juros no contrato de empréstimo.

Se ficar com dúvida em relação a alguma cláusula, não deixe de perguntar ao gerente o que isso quer dizer. E claro, se há o descumprimento do contrato isso pode representar problemas judiciários e no tribunal. E além da burocracia, dependendo do não cumprimento do contrato, você pode pagar multas, e ainda dependendo do caso, parar na cadeia. Claro que isso não é nada legal! Veja esse modelo como exemplo.

Então, antes de assinar um contrato leia com atenção, tire as suas dúvidas e não assine se perceber que algo não está conforme o seu acordo. Você tem tempo para se manifestar. É melhor perder alguns dias mandando alterar o contrato do que depois perder mais tempo, dinheiro, e mais, fora a incomodação que um contrato de empréstimo de dinheiro pode gerar.

Tudo sobre Contrato de empréstimo de dinheiro
Média 539 votos