Previdência

Quais opções para conseguir ter uma boa aposentadoria?

A garantia de uma boa aposentadoria depende de um bom planejamento financeiro. Veja como ter seu pé de meia para a velhice!

Uma preocupação de quase todo cidadão é: “como ter uma boa aposentadoria“, “quanto tenho que contribuir para aposentar” e “como planejar uma aposentadoria tranquila“. Conforme envelhecemos e amadurecemos nossas prioridades de vida vão mudando e se adaptando a novas realidades. Uma coisa em comum para todos é a insegurança sobre o futuro e o desejo de garantir uma velhice tranquila e confortável. Mas essa é uma matéria que não aprendemos na escola! Por isso é tão importante planejar a aposentadoria. E quanto antes, melhor.

Muitos modelos de aposentadoria são planejados para uma vida mais curta, isto porque nós realmente vivíamos menos. Para se ter uma ideia a expectativa de vida do brasileiro era de 65 anos em 1990, chegou a 74 em 2015. Ou seja, estamos vivendo quase 10 anos mais! Isso impacta diretamente nos cálculos e cuidados para uma boa aposentadoria.

Como ter uma boa aposentadoria?

O primeiro passo para ter um boa aposentadoria é nunca dependa apenas do INSS. Muitos especialistas concordam que uma das coisas mais importantes para conseguir viver com um boa aposentadoria é não depender exclusivamente do benefício oferecido pelo INSS. O valor do benefício tende a diminuir conforme a expectativa de vida aumenta, pois a idade média informada pelo brasileiro é um dos fatores considerados no cálculo do valor na hora de se aposentar.

Quanto devo poupar?

Quais opções para conseguir ter uma boa aposentadoria

O ideal é que quando se aposentar você tenha uma renda de pelo menos 80% do seu último salário para não correr o risco de passar sufoco. Para isso, é necessário poupar, no mínimo 10% da renda mensal. Ou seja, Se você possui uma renda mensal de R$ 2.500 precisa disponibilizar ao menos R$ 250 para o planejamento financeiro da sua aposentadoria.

Quando devo me aposentar?

Com o tempo, se você fizer um esforço para reduzir gastos, poderá começar a aumentar o percentual mensal destinado a isso. A meta é alcançar algo em torno de 19% da sua renda mensal para os planos de aposentadoria. E lembre-se: é uma reserva financeira que você não deve mexer. Ela precisa ficar rendendo pelo máximo de tempo possível, preferencialmente pelos próximos 20 anos.

Fazer investimentos diversificados

Separamos algumas sugestões de investimentos de baixo risco que são boas opções para começar a investir diversificando sua carteira e tendo variedade de rentabilidade para a posteridade. Aqui mesmo no Portal do Empréstimo você irá encontrar diversos artigos sobre vários tipos de investimento e poderá fazer sua escolha de maneira mais confiante e segura.

Guardar dinheiro na Poupança

A Poupança é um investimento simples, fácil de gerenciar e sem grandes surpresas com tarifas. Mas, também é um investimento de baixa rentabilidade. É uma opção para quem já possui um montante acumulado pois o rendimento, ainda que baixo, sobre valores altos vai aumentar um pouquinho o valor final. É o mais conservador dos investimentos.

Prós

  • É fácil de aplicar e um investimento seguro pois tem aporte do Fundo Garantidor de Crédito até R$ 40 mil. Sem taxas.

Contras

  • Baixa rentabilidade. Você pode precisar de um dinheiro e cair na tentação de resgatar o valor da poupança.

Previdência Privada

A previdência privada é dividida entre os planos VGBL e BGBL. Resumidamente, o VGBL é recomendado para quem é isento ou faz a declaração anual simplificada no imposto de renda. Já o BGBL é um outro modelo de plano, recomendável para quem faz a declaração completa do Imposto de Renda, pois permite que você abata até 12% na sua declaração anual.

Prós

  • Investimento mensal fixo, com possibilidade de aplicações adicionais avulsas. Diversas instituições financeiras oferecem planos de previdência privada a partir de R$ 30 mensais.

Contras

  • Taxas podem consumir parte do seu rendimento. Imposto de renda pode levar até 27,5% do investimento no momento da retirada.

Compra papeis do Tesouro Direto

Os Papeis do Tesouro Direto são títulos do Governo. Na prática o governo precisa de dinheiro para executar obras no país e vende esses títulos. É como se você estivesse emprestando seu dinheiro ao Governo. Há rentabilidade atreladas à diversas taxas como o IPCA e a SELIC e são ótima opção para quem pode investir muito pouco. Você pode começar a comprar a partir de R$ 30.

Prós

  • Investimento baixo, a partir de R$ 30 para qualquer pessoa a partir de 18 anos. Sem taxa de administração.

Contras

  • Imposto de Renda – a cobrança é pela tabela regressiva, ou seja, quanto mais tempo deixar seu dinheiro investido lá, menor será o imposto recolhido.

Bom, como podemos ver o que não falta são formas e meios de poupar, investir, capitalizar, guardar dinheiro e ganhar dinheiro extra para que no futuro você possa ter uma boa aposentadoria. A velhice de toda pessoa deveria ser agradável e sem ter que passar por necessidades, mas, cada uma tem que fazer sua parte.

Como dizia minha querida avó “Mais vale uma moeda de 10 na minha mão do que 20 moedas na sua”, isso quer dizer que ela sabia como guardar o seu dinheiro e fazer ele ajudá-la viver melhor. Faça o mesmo!

Quais opções para conseguir ter uma boa aposentadoria?
Média 4.155 votos

Account Manager, Consultora e Blogueira - Trabalhou com produtos e serviços de crédito no segmento financeiro. Atualmente é produtora de conteúdo e escreve sobre linhas de crédito, financiamentos e finanças.

Escreva um comentário