Para Empresas

Subsídio para inovação dos pequenos negócios

Entidades e bancos oferecem recursos para quem está empreendendo e precisa de dinheiro para crescer e investir em tecnologia

O subsídio para inovação é essencial nos pequenos negócios. É com esse tipo de investimento que ideias pequenas podem crescer e se tornar um grande exemplo de empreendedorismo e sucesso, levando inclusive a marca do Brasil para o mundo. Independentemente de produto ou serviço, o subsídio pode servir de alimento para que um bom projeto ganhe corpo e espaço no mercado.

Como conseguir subsídio para inovação?

O que muitos empreendedores não sabem é justamente como funciona o subsídio para inovação, quem procurar para saber mais sobre o assunto e qual a melhor forma de fazer o planejamento que traga sucesso. Vamos entender neste artigo alguns pontos importantes que vão te ajudar a ampliar esse olhar sobre seu próprio negócio.

Existem algumas entidades no Brasil e no mundo que buscam projetos incríveis para receberam investimentos. Porém, ao contrário do que muitos empreendedores iniciantes acreditam, existe um caminho a ser percorrido para que a ideia inovadora seja aprovada e receber uma quantia de investimento.

Normalmente, as empresas que fornecem o subsídio para inovação recebem inúmeros projetos e buscam nos detalhes conhecer cada ideia para aí então decidir investir naquilo que realmente tem mais potencial. O Sebrae de todo o Brasil é hoje referência como instituição que busca orientar e auxiliar no desenvolvimento de micro e pequeno empreendedores.
Subsídio para inovação dos pequenos negócios

As portas que o subsídio para inovação abre

Receber subsídio de programas importantes é sinônimo de reconhecimento do projeto. Porém, é nesta fase que realmente começa o trabalho do empreendedor, podendo então colocar muitas coisas em práticas para se chegar ao resultado previsto.

Podemos dizer que um subsídio tem como objetivo trazer dois grandes avanços para uma empresa pequena: o tecnológico e a capacitação do profissional. É a partir disso que o empreendedor vai criar condições para movimentar sua ideia e começar a ir de encontro com resultados, seja na venda de produtos ou serviços.

Outra característica importante do pequeno empreendedor é justamente sua flexibilidade entre os mercados mais consolidados e aqueles que ainda estão se desenvolvendo. O projeto inovador, mesmo que pequeno, é fundamental para as duas pontas da economia.

Projeto do Sebrae visa auxiliar pequenos empreendedores

Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) é uma entidade pioneira em projetos que visam incentivar a criação de pequenos e médios negócios.

A entidade possui alguns programas de incentivo que envolvem até subsídio para inovação. Em 2017, o Sebrae de Minas Gerais, em parceria com Codeming, lançou um programa de incentivo à inovação com subsídio de até 80% do custo de projeto empreendedor e inovador. Ao todo, foram cerca de 40 milhões de reis investidos.

O objetivo do programa era atender áreas e ideias dos seguintes segmentos:

  • Design
  • Inovação
  • Produtividade
  • Qualidade
  • Serviços Digitais
  • Sustentabilidade

Outros programas como esse são desenvolvidos por outras unidades do Sebrae e o interessado em concorrer ao subsídio para inovação deve acompanhar as novidades no site de acordo com o seu estado.

As vantagens do incentivo para o empreendedor

Neste caso do projeto do Sebrae é possível citar algumas vantagens:

  • A principal é que o programa custava até 80% do projeto, ficando só 20% de responsabilidade do idealizador. Só aqui há uma grande vantagem, já que em anos anteriores a entidade conseguiu liberar apenas 50%.
  • Além do ganho financeiro, a empresa tinha outro subsídio para inovação, que era o apoio da consultoria especializada do Sebrae.
  • O atendimento focado também ajuda no desenvolvimento da empresa, assegurando assim bons resultados.

Bancos também ajudam no subsídio para inovação

Obviamente que não podemos esquecer das instituições financeiras. Elas também promovem programas de incentivo aos empreendedores que buscam crédito para investir em tecnologia.

Um grande exemplo disso são os recursos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento) destinados aos microempreendedores. O banco do governo negocia com uma taxa de juros de no máximo 4% ao mês, isso já considerando todos os encargos. Além disso, o financiamento para pequenos empreendedores pode chegar a 100%.

De acordo com as informações do BNDES, o crédito para inovação pode ser solicitado por pessoas físicas e jurídicas empreendedores de atividades de pequeno porte que não ultrapasse a receita bruta de R$ 360 mil por ano.

Lembre-se que para conquistar o subsídio para inovação é preciso de ter um bom plano de negócios expondo claramente as ideias, os investimentos necessários e outras informações de acordo com o que cada programa exige para fazer uma análise geral do projeto.

Subsídio para inovação dos pequenos negócios
Média 4.825 votos

Escreva um comentário