Informações Úteis

Seguro de vida ou previdência privada: qual fazer?

Você quer fazer um investimento no seu futuro mas não sabe se escolhe entre um Seguro de vida ou uma Previdência privada? Conheça as diferenças e decida!

Ter um seguro de vida ou previdência privada? As atuais gerações estão vivendo cada vez mais. Por isso, muita gente se vê frente a frente com o desafio de como garantir a segurança financeira na velhice e também para ajudar sua família em caso de falecimento.

Seguro de vida ou previdência privada: qual fazer?
Seguro de vida ou previdência privada: qual fazer?

Tanto a ter uma aposentadoria com previdência privada como ter um seguro de vida são opções que oferecem proteção ao patrimônio e que poderão ser repassados aos herdeiros ou sucessores. Então como escolher entre as duas opções?

Previdência Privada

A previdência privada também é conhecida como previdência complementar. A função principal desse tipo de investimento é assegurar uma complementação da sua renda quando estiver mais velho. É um tipo de aposentadoria, porém você acumula esse dinheirinho em bancos e investidores particulares. É uma boa dica para quem quer ganhar um pouca a mais do que a aposentadoria do INSS ou para ir investindo um pouquinho todo mês para assegurar mais conforto para os filhos.

Como funciona uma previdência?

Na previdência privada você faz um aporte inicial e depois segue pagando parcelas mensais até a data de resgate. O ideal é que seja um dinheiro que você não vá precisar mexer por muitos anos para que ele fique aplicado e rendendo até a data que você programou para começar a receber. Mas é importante ficar atento e conhecer bem seu contrato e entender quais as formas de resgatar o dinheiro da previdência privada.

Como contratar?

Você pode contratar planos de previdência privada em bancos e seguradoras. Mas, antes de escolher, vale fazer uma pesquisa sobre as taxas e benefícios que cada um oferece. Uma boa dica é fazer várias simulações online. Desse modo você descobre quais as opções de planos oferecidos e entende o que melhor se enquadra nas suas condições de investimento e nos seus objetivos financeiros.

Seguro de vida

Quem tem filhos para sustentar sempre se vê angustiado com a possibilidade de algo acontecer e deixar os pequenos sem suporte financeiro. O seguro de vida é um investimento muito eficiente para esse tipo de situação. No seguro de vida, em caso de um acidente que impeça você de trabalhar ou em caso de morte seus filhos ou beneficiários receberão uma quantia em dinheiro para seguir em frente.

Como funciona fazer um seguro?

O seguro de vida é um produto bastante flexível. Dependendo das escolhas que você faz durante a contratação poderá cobrir morte por causas naturais, acidentes e invalidez por doença ou acidente. Você irá fazer uma contribuição mensal e garantir um aporte financeiro, mas você ou seus beneficiários só irão receber este valor caso o titular sofra alguma das situações apontadas no contrato.

É importante dizer também que caso os beneficiários sejam menores de 18 anos eles não poderão receber o dinheiro diretamente. Um tutor deverá ser indicado no contrato e será a pessoa responsável pela retirada e gestão desse dinheiro até que eles completem a maioridade. Outra coisa importante é que se nenhum beneficiário for indicado no contrato, o prêmio do seguro será dividido 50% para o cônjuge e 50% dividido entre os filhos do titular.

Como contratar?

O primeiro passo é calcular corretamente o valor do prêmio (que é como as seguradoras chamam o valor a ser pago aos beneficiários de um seguro de vida). Com este valor em mãos, você deve pesquisar (e muito!) sobre as ofertas de seguro disponíveis no mercado. É importante ressaltar que a venda de seguros só pode ser realizada por corretores registrados na SUSEP. Esse profissional poderá indicar a você o melhor produto para as necessidades que você possui.

Qual é melhor: Seguro de vida ou Previdência privada?

A resposta correta é: depende! Como você pode ver neste artigo o seguro de vida é um investimento que oferece segurança financeira para sua família e dependentes. Por outro lado, a previdência privada assegura um pouco mais de tranquilidade e conforto durante a velhice.

Vale a pena conhecer as formas de resgatar o dinheiro da previdência antes de decidir. Só você poderá reconhecer as necessidades mais importantes na hora de fazer um investimento, porém o mais importante é: não deixe de investir!

Contratar Previdência e seguro – pode?

Tudo vai depende de qual previdência você contratar, do banco e da seguradora. Contudo, existem alguns planos de previdência privada disponíveis no mercado que oferecem cobertura de risco.

Sabemos que cobertura de risco na verdade é uns seguro de vida embutido na previdência, o que não deixa de ser algo bom, derrepente por ser interessante inclusive se o custo for reduzido. O melhor mesmo para não ficar sobra de duvidas é fazer cotações e compare os preços, das duas modalidades, como ou sem seguro.

Seguro de vida ou previdência privada: qual fazer?
Média 4.5126 votos

Account Manager, Consultora e Blogueira - Trabalhou com produtos e serviços de crédito no segmento financeiro. Atualmente é produtora de conteúdo e escreve sobre linhas de crédito, financiamentos e finanças.

Escreva um comentário