Quanto mais Crédito, mais Empréstimo, mais Dinheiro no bolso!

Você tem muito crédito em dinheiro, confira os exemplos de crédito, empréstimo e financiamento a disposição da maioria das pessoas

Quanto mais crédito, mais empréstimo, mais dinheiro você têm no bolso! Você concorda com essa primícia? Se concordar provavelmente você já deve estar pego pela síndrome da dinheiro virtual. No Brasil ter dinheiro não é difícil, mais difícil é ganhar o dinheiro. Normalmente temos que suar muito a camisa e gastar muitas horas diariamente no escritório, na loja ou casa no home office para conquistar algo valioso e relevante nas nossas vidas.

Como é bom ter crédito disponível para fazer o que quiser, na hora que quiser, do jeito que quiser, não é mesmo! Se você respondeu que não, esta mentindo. Ter limite de crédito, cheque especial, nome limpo na praça, cartões e mais cartões de crédito para comprar o novo Iphone 5 ou o Galaxi SIII, pagar a conta nos barzinhos, gastar no Shopping center, parcelar sapatos, roupas de marca, viajar todos os finais de semana prolongados sem nenhuma culpa com a galera ou a namorada, que maravilha! Não tem nada melhor que isso. Há, não podemos esquecer de mencionar um item que as mulheres adoram, os cartões das Magazines C&A, Renner e Riachuelo, uma mão na roda para consumir parcelado. Qual o problema?

Você tem muito crédito de dinheiro e não sabia, vamos a um exemplo de créditos pessoais e financiamento que a maioria das pessoas economicamente ativas estão comprometidas.

mais empréstimo mais dinheiro

Cartão de crédito

A maioria dos brasileiros têm no mínimo 3 cartões de crédito para mais, valor do limite médio R$ 750 reais, para que ter tanto cartão? Motivo, se acabar o limite de um, uso o outro e assim por diante até estourar todos eles. Todos pensam que cartão de crédito é dinheiro no bolso ou na carteira, que pode gastar até esgotar? Será!

Limite de crédito

Se você trabalha, tem conta ou abriu conta bancária, já ganhou um bônus de limite de crédito pré-aprovado de no mínimo R$ 400, isso depende do seu salário, claro! O limite pode chegar a números incrivelmente altos. Além do limite, um cartão de débito e crédito com uma quantia disponível para você fazer suas comprinhas e ir ao supermercado. Muito legal.

Empréstimo pessoal pré-aprovado

Se você tem conta bancária sabe o que é empréstimo pré-aprovado, já viu aquele pop up’s (aviso) que abre na tela toda vez que você entra no Home Banking para ver o saldo bancário. Esse aviso insiste em avisar que você tem dinheiro disponível para pegar. O empréstimo pré-aprovado é interessante, você já tentou diminuir o número de parcelas no sistema, é quase impossível, normalmente o banco coloca parcelas acima de 36 para o cliente ter a impressão que o custo do empréstimo é baixo, mas se quiser contratar, basta dar uns três cliques, entrar com a senha, o código e pronto. Mais crédito em dinheiro na conta.

Talão de Cheques

Um instrumento financeiro excelente para ser utilizado para controle financeiro, você recebe um talão de cheques com 10 ou 20 folhas e pode utilizá-lo livremente. Hoje podemos dizer que é a forma de pagamento mais tradicional, mesmo assim ainda continuam sendo muito usados pelo consumidor em operações pré-datadas. Atualmente com a falta de crédito nos cartões, no limite de crédito especial, no empréstimo pré-aprovado, restou para os cheques a incumbência de se tornar o instrumento de inadimplência campeão dos últimos 18 anos.

Financiamento de bens

Está com o nome limpo, tem conta bancária, sua renda é pouco maior que o salário mínimo, então você está feito, compre um veículo novo agora sem IPI, saia dirigindo e pague em 60, 72 ou 84  meses sem entrada, ops… a entrada pode ser dividida no cartão de crédito. Quer mais, basta ir até as Casas Bahia, Eletro Ricardo Marabras, Insinuante, Ponto Frio ou qualquer loja de eletro que você sai com a casa completa no financiamento de móveis no carnê.

E ai, você ainda acredita que ter crédito disponível não é uma boa, você pode solicitar mais empréstimos a vontade até a renda não permitir mais, usar o cartão de crédito para pagar tudo, tudo mesmo! Fazer pagamentos de compras pré-datadas com cheques e ir a uma concessionária e sair de carro zero sem tirar um centavo da carteira, é uma ótima pedida? Depois de fazer tudo que não pode, entra na fila dos devedores nacionais, dos mal pagadores e caloteiros, e sem crédito.

Por falar nisto, e a guerra do crédito, financiamento de bens e dinheiro, os bancos públicos elevam o crédito no Brasil a níveis de concessão altíssimos, enquanto isso os bancos de varejo privados tentam segui-los, outros se mantém na linha.

Para favorecer a tomada de crédito e fazer você acreditar que têm dinheiro, os bancos federais comandaram a revolução do crédito no nosso País, reduzindo as taxas de juros de diversas linhas de crédito, modalidades de empréstimos e incentivando a maior concorrência entre os bancos.

Com essas reduções de juros nas operações financeiras, de empréstimos, financiamentos e crédito pessoal você vai acreditar que possui mais poder de compra e consequentemente gastar mais e muitas vezes vai se envolver em transações financeiras para conseguir dinheiro sem nem ao menos precisar.

Só tem um problema, sem educação financeira para lidar com o crédito disponível nos bancos, financeiras e no comércio, o consumidor ávido por coisas, novidades e lançamentos vai fazer parte dos índices do aumento de inadimplentes do Brasil.

1 resposta - Faça um comentário

Comente aqui !