Skip to content

As melhores plataformas de empréstimos P2P para investidores

Plataformas de empréstimos P2P para investidores
Os empréstimos P2P estão se tornando cada vez mais populares no Brasil. Um dos maiores motivos é a menor taxa de juros para os tomadores de crédito, mas esse não é o único ponto que está contribuindo para a popularização dessa modalidade financeira. De modo resumido, um empréstimo P2P (ou peer to peer) é uma espécie de empréstimo coletivo sem banco – daí a menor taxa de juros. Duas partes estão envolvidas no processo: os tomadores de crédito e os investidores.

Para que você entenda melhor, os tomadores de crédito são pessoas geralmente jurídicas, mas também físicas em alguns casos, que estão em busca de recursos financeiros. Os investidores são pessoas físicas que tem dinheiro para investir e procuram uma boa rentabilidade. Assim, nessa modalidade, não é um banco ou uma instituição financeira que faz o empréstimo, e sim uma pessoa real: o investidor.

Foi em 2011 que os empréstimos P2P começaram a crescer no nosso país e, hoje, algumas empresas do setor já estão bem consolidadas. Lembre-se que não é a empresa que faz o empréstimo, e sim o investidor. Essas empresas, também chamadas de plataformas, então, fazem apenas o intermédio entre o tomador de crédito e o investidor.

Quais são as vantagens e riscos do P2P para os investidores?

Bancos e fundos de investimento orientam seus investidores sobre suas soluções, mas dão muito mais atenção às comissões e taxas de juros do que ao produto, que é o mais importante nessa modalidade, seja por políticas internas ou até conflito de interesses. Em um empréstimo P2P isso não acontece. É o investidor quem escolhe e controla diretamente seus investimentos, acessando um portfólio de empresas que buscam financiamento e podendo decidir em quais quer investir.

No entanto, como em qualquer outro investimento, no peer to peer lending também existem riscos para os investidores e a inadimplência dos tomadores de crédito, embora seja menor do que nas outras modalidades de crédito com juros mais altos, é o principal da lista. No entanto, investir nos empréstimos P2P traz muitas vantagens para o investidor como, por exemplo, excelentes rendimentos anuais e grande diversidade de opções para investir.

Sob essa perspectiva, o portfolio de um investidor peer to peer se torna essencial para que ele tenha bons resultados. É necessário equilibrar risco e rentabilidade de modo a garantir a performance esperada. A carteira de um bom investidor peer to peer deve ser constituída tanto por investimentos mais tradicionais e seguros como também por opções mais inovadoras e rentáveis.

As 3 melhores plataformas de empréstimo P2P para investidores

A ideia das plataformas peer to peer é conectar empresas e pessoas físicas com investidores com a menor burocracia possível, sem taxas abusivas, 100% online, com rapidez, segurança e eficiência. Hoje, vamos apresentar as principais plataformas de empréstimo P2P focando na experiência do investidor.

A seguir, você confere as principais plataformas de peer to peer lending no Brasil e o que um investidor precisa saber sobre elas.

Nexoos

A Nexoos se define como uma das melhores opções para investidores que querem completar sua carteira de investimentos. Mais de R$ 25 milhões já foram financiados pelos investidores da plataforma que apoia fortemente o empreendedorismo e as pequenas e médias empresas no Brasil.

Confira as principais características:

  • Variação de retorno sob o investimento: de 18% a 36% ao ano
  • Pagamentos mensais: sim
  • 100% online
  • Valor mínimo de investimento por empresa: R$ 2.000,00
  • Possibilidade de escolher as empresas para investir: sim

Biva

Conectar, simplificar e melhorar sua vida financeira. Essa é a proposta da Biva. O investidor pode controlar todas as suas finanças de onde quiser em um painel de controle online amigável e robusto. Até o momento, a plataforma já concedeu mais de R$ 35 milhões em empréstimos e conta com mais de 10 mil investidores cadastrados.

Analise, a seguir, as principais características da Biva:

  • Variação de retorno sob o investimento: de 22% a 25% ao ano
  • Repagamentos mensais: sim
  • 100% online
  • Valor mínimo de investimento por empresa: R$ 5.000,00 para novos investidores e R$ 2.000,00 para investidores que já somaram pelo menos R$ 10.000,00 investidos na Biva

Tutu Digital

Visando inovar na área de serviços financeiros e tornar o mercado de investimentos mais eficiente, a Tutu Digital também aposta nos empréstimos P2P e busca impactar, principalmente, as micro e pequenas empresas, que hoje representam cerca de 51% da massa salarial do país.

Veja como funciona a Tutu Digital:

  • Variação de retorno sob o investimento: até 200% do CDI
  • Repagamentos mensais: sim
  • 100% online
  • Valor mínimo de investimento por empresa: R$ 1.000,00

Considerações finais

Poupança, Tesouro Direito e CDB são as opções mais comuns de investimento. Os rendimentos médios anuais são de 9%, 14% e 13%, respectivamente. Qualquer plataforma de empréstimo P2P oferece rendimentos maiores e, consequentemente, menores riscos de inadimplência.

Nos empréstimos peer to peer, tanto os tomadores de crédito quanto os investidores saem ganhando. O primeiro grupo se beneficia com taxas menores e o segundo grupo com retornos maiores.

Essa modalidade de crédito dobrou de volume entre 2015 e 2016 e deverá quintuplicar seu tamanho até 2020. Se você, investidor, busca uma excelente opção para aumentar seus lucros, experimente hoje mesmo os empréstimos P2P!

 

As melhores plataformas de empréstimos P2P para investidores
Média 541 votos