Administração & Finanças

Pagar as dividas de Natal e Ano Novo

Confira as dicas para resolver problemas com dividas, como lidar e como pagar as dívidas de Natal e Ano Novo acumuladas nos cartões de crédito e carnês de crediário em lojas ...

Lidar e pagar as dívidas de Natal e Ano Novo? Você já parou para penar que ao longo dos anos, a maioria dos feriados estão se tornando cada vez mais caros, desde as luzes que penduramos nas janelas e fora das casas para enfeitar atrair o espírito de Natal, sem esquecer a celebração com toda família na véspera de Ano Novo e os inúmeros presentes que “temos” que comprar para parentes e amigos.

É aí que as contas não batem e me geral se acumulam tão rápido quanto pólvora acesa que nem vemos o montante se avolumando. Embora seja muito difícil evitar que essas dívidas aconteçam, existem algumas maneiras de gerencia-las e planejar os pagamentos de forma fácil depois que os boletos e faturas começarem a chegar pelo correio.

Não se culpe, comprou, gastou, tem que pagar as dívidas … Essa é a ordem. Não se frustre ou diga para si mesmo que cometeu um erro ou gastou de mais. Você não está sozinho nesta situação e quase todo mundo no mundo todo fica com uma dívida enorme de dinheiro para pagar depois do Natal.

O primeiro passo para não ficar jururu, é partir para a criação de um plano de pagamento para que se consiga pelo menos respirar mesmo tendo todas essas dívidas. Você não pode voltar no passado, mas você pode planejar seu futuro e pagar as dívidas que vão vencer. Listamos algumas dicas simples que se observadas podem fazer  diferença.
Pagar as dividas de Natal e Ano Novo

Reduza o uso dos cartões de crédito

Como a maior parte da sua dívida está provavelmente em seus cartões de crédito, experimente usá-lo apenas para emergências situações no cotidiano que realmente não tem jeito. O melhor mesmo é sempre usar o dinheiro que você tem no bolso. Você deve saber que está perdendo alguns reais ao usar seus cartões de créditos e não pagar em dia.

Não aumente seu limite de crédito

Após os feriados, as empresas de cartões de crédito geralmente oferecem aos seus clientes a oportunidade de aumentar o limite crédito para gastos extras, mas não é uma boa idéia aceitar essa oferta. Ao tornar o seu limite mais alto, isso não fará sua dívida diminuir, mas apenas te dá a sensação de que possui mais dinheiro e também o faz pensar que pode gastar mais, o que é o pior dos pensamentos.

Pague suas dívidas em dia

Para alcançar esse objetivo, você pode configurar pagamentos automáticos com seu banco ou empresa de cartão de crédito para permitir pagamentos automáticas direto da sua conta corrente nas datas de vencimentos todos os meses. Desta forma, esquecer seu pagamento não será mais uma opção de pagar juros e multas exorbitantes.

Fazer um relatório das dívidas e renda

Fazer um relatório das finanças é uma das melhores maneiras de economizar dinheiro e acompanhar para onde seu dinheiro está sendo gasto, faz gastar menos. Se você reservar valores pré-determinados para necessidades específicas, como mantimentos, roupas, transportes e outros, você terá certeza que não vai gastar mais do que deve e, portanto, economizar todo mês. Faça isso especialmente após o período de férias, talvez seja necessário restringir seus gastos ao mínimo para poder se livrar de suas dívidas de Natal e Ano Novo.

Definir um período para pagar as dívidas

Tente calcular quanto tempo ele irá levar para reembolsar todos os seus credores, ou seja, quanto tempo sua dívida vai ser paga de acordo com seu orçamento financeiro. Você também pode tentar definir uma data como meta na qual você precisa pagar tudo. Isso irá ajudá-lo a permanecer motivado com suas finanças, apesar das restrições.

Definir o valor dos pagamentos

Em vez de ficar pagando valores aleatoriamente da sua dívida, planeje com antecedência quanto você vai reservar para eliminar mensalmente do seu saldo devedor. Por exemplo, você sabe que pode viver com 75% do seu salário, automaticamente coloca 25% para pagar suas dívidas assim que você receber o dinheiro.

Pegar dinheiro emprestado?

Quando se fala de pagar as dividas, pegar empréstimo pessoal não é um conselho muito bom, no entanto, se as suas dívidas de crédito possuem taxas de juros acima de 10% ao mês, com certeza você vai encontrar no mercado algum tipo de empréstimo que concede empréstimos a 2.85% como o consignado e 1.15% como o empréstimo com garantia de imóvel ou veiculo. O importante é ter consciência no que está fazendo e pagar as dívidas para não ficar sujo no mercado.

Pagar as dividas de Natal e Ano Novo
Avalie esta postagem

Account Manager, Consultora e Blogueira - Trabalhou com produtos e serviços de crédito no segmento financeiro. Atualmente é produtora de conteúdo e escreve sobre linhas de crédito, financiamentos e finanças.

Escreva um comentário