Cartão de Crédito

Pagamento no crédito rotativo ? Cuidados !

o pagamento no crédito rotativo é encarado como uma alternativa de crédito por muitos consumidores, isso pode levar a um desastre financeiro...

Crédito rotativo é a menina dos olhos da maioria dos brasileiros – será que estou falando alguma bobeira? Para que dinheiro quando se tem cartão de crédito, isso seria verdade se todas as faturas fossem pagas dentro do prazo estabelecido (40 dias). Ir ao shopping e ver todas aquelas ofertas que fazem os olhos brilharem e o coração pulsar, faz dos consumidores mais empolgados abrir a carteira para conferir se trouxe ou não o plástico mais usado de todos os tempos.

Aliado ao cartão de crédito esta o desejo humano de consumir, de adquirir algo, de ter aquilo que todos querem. Tudo isso seria ótimo se a pessoa que usasse o cartão tivesse condições de arcar com o custo na hora de pagar a fatura, mas, longe disso, a maioria fica mesmo com a opção que faz os banqueiros e administradoras rirem atoa.

Todos já sabe que essa alternativa de crédito deve ser usada com muita cautela, porém a impressão que dá, é que a maioria absoluta se esquece que as despesas feita na cartão de crédito serão inevitavelmente incorporados aos custos mensais e fatalmente subtraídas da renda ou do salário.

Manter o controle do uso do cartão, segundo ela, é a melhor maneira de evitar um dos principais vilões do cartão de crédito, o pagamento rotativo. “Fuja do rotativo, essa é a orientação da Proteste. O consumidor que utiliza esse recurso provavelmente se tornará inadimplente”, afirma.
pagamento no crédito rotativo

Por falta de educação financeira, o pagamento no crédito rotativo é encarado como uma alternativa de crédito pelo usuário e consumidor comum, isso com certeza uma hora ou outra vai trazer problemas para o detendo do plástico (cartão).

Como funciona o crédito com pagamento no rotativo? O pagamento no rotativo é o possibilidade dada pelo cartão de crédito do consumidor pagar somente o mínimo de fatura mensal e deixar o restante do saldo e os juros recair na próxima fatura. Só não podemos esquecer que essa possibilidade é extremamente prejudicial para seu bolso.

A taxa de juros cobrada no crédito rotativo varia entre 90% a 700% ao ano, na verdade estamos sendo muito justos com essa conta. O cartão ocupa o primeiros lugar no ranking das taxas mais caras praticadas no mercado financeiro.

Se você esta preso nessa alternativa de crédito, uma das poucas saídas é mesmo utilize dinheiro extra para quitar a fatura integralmente. Dinheiro extra de férias, décimo terceiro ou participação no lucros pode ajudar você economizar milhares de reais no final das contas. Parcelar o valor da fatura pode até minimizar os danos, mas não livra você do excesso de juros.

Pagamento no crédito rotativo ? Cuidados !
Avalie esta postagem

Account Manager, Consultora e Blogueira - Trabalhou com produtos e serviços de crédito no segmento financeiro. Atualmente é produtora de conteúdo e escreve sobre linhas de crédito, financiamentos e finanças.

Escreva um comentário