Empréstimo Social

A nova alternativa de empréstimos

O conceito do empréstimo social peer-to-peer (empréstimo de capital) é criar um ambiente virtual que facilite o financiamento de dinheiro entre particulares..

Você conhece alguma nova alternativa de empréstimos ? Os famosos empréstimos sociais, essa é a nova mania de conseguir recursos financeiros com custo baixo e burocracia quase zero. Não é de hoje que a internet veio para “facilitar a vida” do cidadão e, no empréstimo social as operações são realizadas totalmente num ambiente virtual (site), adequado para concluir a troca de dinheiro entre pessoas.

Tenho dito aqui no portal que o Brasil em matéria de linhas de crédito e empréstimos para pessoas físicas está a anos luz atrás de outros países. O empréstimo social é uma dessa linhas de crédito que foi barrada pelo “Donos do País”.

Também conhecido como “empréstimo peer-to-peer”, o empréstimos social é uma forma de crédito ao consumidor largamente difundida na Europa, América do Norte e na Austrália, a ideia principal é colocar você em contato direto com fornecedores de crédito particulares através do uso de plataformas online apropriadas para esse tipo de operação.

O conceito da linha de empréstimo (empréstimos de capital) é criar um ambiente virtual que facilite a troca de dinheiro entre particulares, realizando um verdadeiro mercado de empréstimos pessoais onde credores e tomadores encontram condições ideais de providenciar o financiamento da concessão e também o reembolso de crédito líquido com o pagamento de uma certa quantia de juros acordados entre ambos.
nova alternativa de empréstimosO site especializado em Peer-to-Peer é o intermediador do encontro entre um credor e um tomador de dinheiro. O site também é capaz de assegurar a idoneidade do negócio e dos participantes. Nesse modelo de financiamento particular, o intermediador (site) ganha uma comissão, em geral, paga pela pessoa que solicita o empréstimo (a comissão varia entre 0,5 e 2%).

As taxas de juros do empréstimo social também é boa, normalmente é cobrado entre 2% e 5% dependendo de diversos fatores, condições e prazos. O fato é que esse benefício mútuo para o credor e contratante têm ajudado a tornar esta forma de empréstimo um ótima alternativa aos empréstimos bancários que possuem taxas mais caras e burocracias exageradas para concessão.

A forma de empréstimo pessoal e ocasional entre dois indivíduos que toma a forma de empréstimos sociais, no Brasil é considerada ilegal e não existe regulamentação previsto na lei, aqui somente instituições financeiras detém o direito de oferecem dinheiro à juros. Já em países mais adiantados o próprio Código Civil qualifica os credores e permite os contratantes contratarem dinheiro à juros de particulares livremente.

Apesar de tudo acontecer em ambiente virtual, é necessário a assinatura de contrato com todas as qualificações e informes financeiros para ser validado e legitimo, inclusive a data do reembolso, tipo de empréstimo, informações pessoais de ambas as partes, total, taxas de juros etc., as consequências jurídicas é igual a de uma operação financeira do sistema convencional.

“Pessoalmente duvido que aqui no Brasil essa nova alternativa de empréstimos seja liberada pelo menos nos próximos 5 ou 10 anos”

A nova alternativa de empréstimos
Avalie esta postagem

Account Manager, Consultora e Blogueira - Trabalhou com produtos e serviços de crédito no segmento financeiro. Atualmente é produtora de conteúdo e escreve sobre linhas de crédito, financiamentos e finanças.

Escreva um comentário