Administração & Finanças

Finanças de pequenas empresas – 6 dicas para mantê-las em dia

Como manter as finanças de pequenas e médias empresas noverde e administrar o próprio negócio de forma lucrativa. Confira!

Manter as finanças de pequenas empresas e médias empresas em dia não é uma tarefa muito fácil, é preciso ter um bom jogo cintura e disciplina financeira e um senso de administrador apurado, além de perspicácia. Toda empresa, grande ou pequena, sempre está preocupada com uma coisa – gerenciando dinheiro. A gestão financeira adequada é crucial para sobreviver a uma economia como a do Brasil e à competição muitas vezes desleal.

Manter as finanças de pequenas empresas em dia

As pequenas empresas, especialmente, precisam ter cautela com suas decisões financeiras desde o planejamento para seu início. É preciso mais do que apenas uma boa idéia para administrar um negócio. Todo negócio precisa de uma estrutura financeira que gere lucro para permanecer viável.

Os microempreendedores e empresários precisam ser dotados com habilidades especiais para gerenciar o capital de giro e o fluxo da movimentação do dinheiro que entra e que sai para transformar seu empreendimento em uma história feliz e de sucesso.

Mas nem todos os empresários, são aptos para gerenciar as finanças do seu próprio negócio. Mas isso não significa que toda a esperança está perdida, existem meios de contornar essa situação. Continue lendo, listamos 6 dicas para gerenciar as finanças das pequenas empresas.

Aprender e entender finanças

dicas para manter em dia as finanças de pequenas empresas
Finanças de pequenas empresas – Uma das primeiras coisas que todo empreendedor deve fazer é conhecer sobre os vários aspectos das finanças na empresa e pessoais para não misturar tudo. Para empresários iniciantes, saiba como ler as demonstrações financeiras (se você ainda não sabe como) procure serviços na web como os do Sebrae e tantos outros que ensinam diversos hacks sobre finanças.

Separar finanças pessoais e empresariais

Mantenha sempre suas finanças pessoais e empresariais separadas. Isso implica obter um cartão de crédito comercial e colocar todas as despesas relacionadas nele. Isso deve ajudá-lo a rastrear pagamentos da empresa e mantê-lo no controle.

Reduzir custos e despesas da empresa

É importante que os empresários e empreendedores iniciantes ou em curso permaneçam atento nas finanças para manter suas despesas sob controle sem prejudicar a satisfação do cliente. Isso, especialmente, é válido para pequenas e médias empresas.

Todo negócio vive com dois tipos de custos – fixos e variáveis. Enquanto os custos fixos devem ser suportados independentemente de sua empresa estar ganhando dinheiro ou não, há margem para economias em custos variáveis.

Invista em tecnologia de gerenciamento e controle

Você possa baixar um dos muitos softwares de controle dos mais variados segmentos para regularizar e gerenciar suas finanças, use um tipo de software de contabilidade baseado na nuvem.

O software baseado na internet fornece informações em tempo real, vale lembrar que a maioria permite armazenar, atualizar, rastrear e acessar dados de qualquer lugar a qualquer momento e mesmo viajando você pode trabalhar sem problemas de qualquer lugar que você quiser.

Monitorar e medir o desempenho financeiro

É crucial que você, como proprietário de uma pequena ou média empresa ter o controle da movimentação do seu dinheiro, especialmente quando estão envolvidos grandes volumes. Sempre monitore o desempenho financeiro da sua empresa em comparação com as outras demonstrações financeiras anteriores para poder projetar novas receitas, despesas e fluxo de caixa futuros e se precisar, talvez ter que pegar um empréstimo para empresa ou um financiamento P2P lending. Estar ciente desses aspectos o ajudará a tomar decisões acertadas para o seu negócio.

Contratar profissional especializado

Todo mundo precisa de ajuda, especialmente empresários iniciantes em desenvolvimento interessado em ser prósperos nos seus negócios. Às vezes, vale a pena contratar os serviços de um especialista, mesmo que seja como free lance. Eles podem ajudá-lo a determinar para onde sua empresa está e para onde está  indo usando e analisando seus dados. Certifique-se de contratar alguém com quem você confia.

Conclusão

Administrar seu próprio negócio pode ser emocionante, também pode ser prejudicial em todos os sentidos, especialmente quando se trata de lidar com os aspectos financeiro e finanças de forma lucrativa. Não deixe sua empresa sofrer devido à má gestão do dinheiro. Mantenha as dicas acima em mente e dê a sua empresa um futuro próspero e de sucesso.

Finanças de pequenas empresas – 6 dicas para mantê-las em dia
Média 4.226 votos

Account Manager, Consultora e Blogueira - Trabalhou com produtos e serviços de crédito no segmento financeiro. Atualmente é produtora de conteúdo e escreve sobre linhas de crédito, financiamentos e finanças.

Escreva um comentário