Skip to content

Mais 4 maneiras de continuar com dívidas

Continuar com dívidas – No artigo anterior – 05 maneiras para não conseguir acabar com as dívidas às vezes a simples falta de planejamento adequado faz as pessoas sabotarem seus próprios esforços para ter uma vida financeira organizada. Sem educação financeira os maus hábitos e indisciplina leva aos gastos fúteis e desnecessários.

Se você está tentando criar projetos de contenção financeira mas na prática, seus rendimentos e ganhos não estão ajudando em nada no que foi planejado, é possível que, a maneira com a qual você está lidando com seu dinheiro esteja fora do contexto.

E vou além, talvez você mesmo seja a fonte de seus problemas com gastos e despesas que estão minando sua economia e fazendo seu dinheiro não dar para nada. A boa notícia é que isso é mais comum do que pensamos e tem solução. Vamos então ao pontos faltantes:

#6 – Pegar empréstimo para salvar “o que resta”

Muitas pessoas querem economizar dinheiro mas, simplesmente não sabem como fazer isso. Na maioria das vezes a solução está debaixo do próprio nariz só que é difícil enxergar. É comum você desistir do seu projeto de economizar, sempre deixa para o mês seguinte e, na verdade esse mês nunca chega.

Me diz se não é assim: Você paga todas as suas contam, mas em seguida gasta mais do que pagou, e no mês seguinte tenta outra vez salvar o que restou? Não precisa responder, é uma pergunta retórica, tenho certeza da resposta.
Mais 4 maneiras de continuar com dívidas
Se salvar o que sobrou deixa você esgotado mês após mês, tente pagar primeiro ao invés de sair gastando mais do que ganha. Deixe algumas contas no debito automático, e será uma garantia de economia para não continuar com dívidas.

#7 – Recusar usar um orçamento mensal fixo

Por alguma razão, muitas pessoas vêem o orçamento como algo que está entre eles e a vida que eles querem. Mas é importante você ver o seu dinheiro da forma que ele realmente é, uma ferramenta que pode te ajudar a pagar a vida que você sonha em ter.

Se você está lutando com suas finanças, ter um orçamento pode ser exatamente o que você precisa. E ele também não precisa ser restritivo. Pense no orçamento mensal como um plano. Um orçamento mensal é feito para isso, para te orientar, faça dele seu aliado, reduza os gastos desnecessários, dessa forma você pode se certifica de que está poupando e pode planejar seus sonhos com mais sabedoria.

#8 – Pagar por entretenimento e hobbies caros

Se você tem um hobby caro e problemas com dinheiro, não me parece uma boa combinação para não continuar com dívidas. Talvez seja hora de se perguntar o porque em manter esse hobby. Porque, se é difícil para você economizar e todo mês suas dívidas aumentam, então jogar futebol toda semana, fazer parte de uma equipe de esportes profissionais, jogar tênis todo final de semana, colecionar antiguidades não vai te ajudar em nada, muito pelo contrário. É preciso tomar cuidado e ser cauteloso com essas coisas.

Não quero dizer que você não deva ter nenhum hobby, mas é extremamente importante se certificar de que você pode pagar por eles antes de investir nesse capricho. Você está economizando dinheiro para a aposentadoria? Tem algum fundo de emergência? Não? Então te sugiro pensar duas vezes antes querer tirar a sua licença de mergulho ou comprar um novo par de raquetes de Tênis.

#9 – Se esquecer de economizar para o futuro

É fácil falar que “mais pra frente” você vai “economizar para a aposentadoria” ou “quando começar a ganhar mais, vai passar a pagar uma previdência privada“, mas o que acontece quando seus planos não saem como o planejado?

O que acontece quando você se esquece de fazer o que disse que iria fazer – e passam vários anos? O que acontece se você não contribuir para a aposentadoria até que você tenha 30, 40 ou mesmo 50 anos? Infelizmente, todos sabemos exatamente o que acontece – você terá que trabalhar até morrer e pedir a Deus que nada aconteça no meio do caminho, caso contrário você está literalmente, lascado.

Se você é autônomo ou trabalha para alguém sem garantias trabalhistas, é seu dever economizar para a sua aposentadoria, faça como se o seu futuro dependesse disso. E de uma certa forma depende. Pense nisso.

#10 – Não use sua casa para emprestar dinheiro

Quando bancos e instituições financeiras olham para sua casa, eles a enxergam como se fosse um cofrinho gigante. É exatamente por isso que a maioria dos proprietários de imóveis procuram linhas de empréstimo com garantia, ou seja, empréstimos com hipoteca ou financiamentos com garantia.

Eles dizem: “Basta emprestar sua casa para o banco em troca de algum dinheiro“, claro que eles nunca irão dizer as desvantagens deste tipo de operação de crédito, a começar pelo valor pago pelo imóvel que chega a apenas 60 a 70%.

Mas há momentos que o empréstimo com garantia faz sentido – em especial para quando existe a necessidade de fazer reformas. No entanto, deve tomar cuidado para não entrar em um espiral e continuar com dívidas e mais dívidas.

Continuar com dívidas ou parar de se auto sabotar

Você reconhece ser culpado por algum desses comportamentos de auto-sabotagem? Se for, não há melhor momento para mudar do que agora. Uma vez que você descobrir o que está fazendo de errado, e quais atitudes estão te impedindo de economizar. Você consegue começar a agir.

A partir dessas descobertas, você pode criar um plano para ter novamente o controle sobre a situação e principalmente sobre o seu dinheiro.

Não caia nessa armadilha de se auto sabotar, não deixe que isso fique entre você e seus objetivos financeiros. A paciência leva a perseverança e a coragem, mas também exige mudanças de atitudes, que vão te levar além, rumo ao seus sonhos.

Mais 4 maneiras de continuar com dívidas
Média 4.826 votos