Financiamentos

Financiamento habitacional no Brasil

O financiamento habitacional disponibiliza diversas linhas de crédito diferenciadas com taxas de juros baixas e condições especais

financiamento habitacional no brasil
Financiamento habitacional no Brasil é um tipo diferenciado de empréstimo concedido por instituições bancárias, financeiras e empresas financiadoras de crédito para compra de imóvel. A finalidade do financiamento habitacional baseá-se especificamente na concessão de dinheiro para construção, reforma ou aquisição de habitação própria.

Normalmente o contratante desse tipo de crédito é uma pessoa física, vale dizer que, em muitos países, essa modalidade oferece condições muito mais especiais e com mais vantagens que as oferecidas aqui no Brasil.

O “financiamento habitacional” disponibiliza diversas linhas de crédito diferenciadas, as taxas de juros são mais baixas para as camadas mais pobres da população, principalmente no programa Minha Casa Minha Vida do governo federal, porém para financiamento acima de R$ 500.000 os juros e condições são mais salgados.

Para que serve o financiamento?

1 -) Para construção de imóvel;
2 -) Para reforma de imóvel;
3 -) Para compra de imóvel novo ou usado.

O cidadão brasileiro pode obter o “financiamento habitacional” de 2 formas:

1 -) Pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH), criado pelo governo em 1964, e que tem a Caixa Econômica Federal como principal intermediário, essa é a forma mais tradicional do sistema;
2 -) Pelo Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI).

O primeiro: SFH, utiliza os seguintes recursos para prover crédito aos cidadãos:

– Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – FGTS (é permitido o saque do FGTS para o pagamento do financiamento imobiliário no âmbito do SFH);
– Conta de depósitos de poupança;
– Financiamentos obtidos no país ou no exterior para a execução de projetos de habitações;
– Letras imobiliárias (títulos de crédito) emitidos pelos agentes financeiros.

Pelo financiamento habitacional, os recursos financiados podem chegar a 80% e/ou 90% e até 100% do valor do imóvel, dependendo do tipo do financiamento e da instituição financiadora, o cet – custo efetivo total máximo permitido por lei não pode ultrapassar 12% a.a, incluindo juros, comissões e outros encargos aplicados na operação.

O segundo: O Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI) é uma modalidade de financiamento que permite que instituições bancárias, financeiras e empresas financiadoras de crédito concedam o empréstimo com recursos próprios.

As taxas de juros aplicadas pelo sistema SFI são negociadas livremente entre o credor e o devedor através de contrato ou termo. Abaixo você pode tirar algumas dúvidas:

Onde obter o financiamento? Em instituições bancárias e financeiras.
Quais são os prazos oferecidos? Até 35 anos ou 420 meses.
Qual é a garantia do financiamento? O próprio imóvel.

Quais são os Juros e encargos da operação? Variam de acordo com instituição ou empresa financiadora envolvida no negócio, as taxas de juros, o valor contratado, o prazo de pagamento e as tarifas são acertadas entre as partes. Apenas o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) é cobrado de todas as operações financeiras realizados no âmbito nacional.

Financiamento habitacional no Brasil
Avalie esta postagem

Account Manager, Consultora e Blogueira - Trabalhou com produtos e serviços de crédito no segmento financeiro. Atualmente é produtora de conteúdo e escreve sobre linhas de crédito, financiamentos e finanças.

Escreva um comentário