Acesso ao Crédito

Como fazer empréstimos peer-to-peer ou financiamento P2P

Par mei's, pequenas ou média empresas que precisam de dinheiro, saiba porque pegar um empréstimos peer-to-peer é o ideal

Fazer empréstimos peer-to-peer ou financiamento P2P em plataformas online atualmente é uma das alternativas para quem não tem acesso aos meios bancários e financeiras. O fato que muitos de nós, em algum momento da vida precisou ou precisará tomar emprestado entre particulares ou dinheiro de amigos ou familiares em vez de ir para um banco.

Esse procedimento é o mais simples e rápido que existe, não requer garantias e muitas vezes, o “empréstimo” vem a taxa de juros zero. No empréstimo peer-to-peer (P2P) podemos dizer que é semelhante, mas acontece em uma escala muito maior e as pessoas que te emprestam não são seus amigos – são investidores. Embora os empréstimos peer to peer não sejam livres de juros, a taxa cobrada nas operações são muito inferior às cobradas por outros credores privados.

Empréstimos peer-to-peer

O que é P2P lending? Refere-se a empréstimos pessoais sem garantia que ocorrem em plataformas online, o mais interessante é que “não tem” o envolvimento de um banco ou de uma empresa financeira. Enquanto que um banco age como credor e detentor dos depósitos, no peer to peer se empresta dinheiro a indivíduos e empresas mutuamente, um credor (investidor P2P) simplesmente fornece empréstimo ao mutuário solicitante todos juntos em uma mesma plataforma online criada para que eles possam negociar um com o outro.

Parece ser financiamento de coletivo?

Não exatamente. Nos empréstimos peer to peer, os empréstimos carregam juros, mas no caso do financiamento coletivo (crowdfunding), o dinheiro é fornecido como capital social para uma empresa ou como uma doação sem juros. Em empréstimos P2P, os credores e mutuários devem se registrar na plataforma e passar por um processo de verificação. A plataforma precisa de mecanismos tecnológicos para analise e também de informações das agências de crédito SPC, Serasa e Boa Vista para avaliar os mutuários.Como fazer empréstimos peer-to-peer ou financiamento P2P
Todo investidor e mutuário pode lidar com várias solicitações de crédito. Na verdade, muitas plataformas de empréstimos P2P não permitem que um investidor financie mais do que uma certa porcentagem de um único contratante para evitar e minimizar o risco de crédito.

Uma vez que um solicitante e um investidor concordaram com uma oferta, eles entraram em um contrato de empréstimo peer to peer (empréstimo entre pessoas) ou (empréstimos entre empresas). Globalmente, o dinheiro de cada investidor entra em uma conta bloqueada administrada pela plataforma. O empréstimo é liberado após a formalização legal da operação e acordado a forma de cobrança do valor da parcelas que será reembolsado mensalmente.

Porque o peer-to-peer é importante?

Os empréstimos P2P estão emergindo como uma importante fonte alternativa de recursos financeiros mais barata para as pessoas, pequenas e médias empresas e microeemprendedores (particularmente pequenas), que talvez não consigam pedir emprestado aos grandes bancos.

Enquanto que no mundo o P2P movimenta bilhões de dólares com inúmeros marketplaces enormes que possui milhares de investidores e tomadores de crédito, por aqui no Brasil acredita-se que o tamanho desse mercado esta em crescimento mas com poucas grandes plataformas, o destaque fica para a Biva e a Nexoos, tem a TutubrasilBizCapitalBancaClub e a Kavod Lending atuando fortemente no mercado nacional

Como o avanço da fintechs no segmento de peer to peer, e por não terem a presença física e um grande numero de funcionários, as plataformas online são capazes de lidar com operações de credito com baixo custo com juros.

Qual a importância das fintechs de Peer to peer?

Simples! Para quem quer conseguir algum dinheiro financiado com rapidez para uma pequena, média e para micro-empreendedores ou para alguma necessidade pessoal (crédito pessoal), mas que não tenha que dar garantia, nesse momento as plataformas de peer to peer são as mais recomendadas para pegar financiamentos e empréstimos com juros baixos e pouca, ou nenhuma burocracia.

Peer to peer para negativado?

O fato de estar negativado não impede as plataformas de liberarem empréstimos peer-to-peer tanto para empresas nessas condições tanto para pessoas físicas, no entanto, a maioria dos credores fazem uma analise de crédito e risco e pode ser que não seja liberado ou encontre alguns investidor que queira assumir o risco. Contudo, não há nada que impeça uma pessoa negativado ou empresa com restrição tentar o financiamento ou empréstimo peer to peer.

Peer to peer para quem quer investir

Como investidor, você pode ser tentado pelos retornos incríveis que as plataformas de empréstimos P2P oferecem, mas lembre-se que é um investimento que tem riscos e dependendo da plataforma esses riscos podem ser mais elevados que outras. Mesmo em países onde os empréstimos p2p são regulados, não há proteção monetária fornecida aos investidores em caso de inadimplência.

Mas se você estiver em uma rede de empréstimos peer-to-peer, seja um investidor consciente ou um mutuário que conclui seus compromissos com seus credores.

Como fazer empréstimos peer-to-peer ou financiamento P2P
Média 3.969 votos

Account Manager, Consultora e Blogueira - Trabalhou com produtos e serviços de crédito no segmento financeiro. Atualmente é produtora de conteúdo e escreve sobre linhas de crédito, financiamentos e finanças.

Escreva um comentário