Fazer Crédito Pessoal

Existem diversas linhas de crédito pessoal para pessoas físicas e muitas possibilidades de crédito para quem quer realizar um sonho ou projeto

Fazer crédito pessoal no banco pela internet, nos caixas eletrônicos de auto-atendimento, bancos 24 horas, empréstimo pelo Celular e Smartphone e agora também empréstimo via Facebook garante a autonomia de muitos que estão em ascensão. Com o poder de compra do brasileiro aumentando — fato que já ocorre há alguns anos —, o desejo por novas e maiores aquisições também cresce. Só que, apesar da melhora na renda, muita coisa só pode ser comprada por meio de operações financeiras onde o consumidor tem que fazer crédito pessoal ou financiamentos (como exemplo claro, a compra de imóveis e veículos).

Pelo menos, hoje, há diversas linhas de crédito para pessoas físicas e muitas outras possibilidades para quem precisa de uma “forcinha” para realizar um sonho de médio ou grande porte. De início, é bom lembrar que crédito pessoal não necessariamente precisam ser tomados no banco em que o interessado tenha conta. Existem diversas instituições autorizadas a oferecer esse tipo de serviço. A única coisa que não é indicada é procurar empréstimo com agiotas, pois não é tão seguro quanto trabalhar com empresas.

Nesses artigos você pode ficar mais informado: crédito pessoal 5 tipos que você deve evitar e como conseguir fazer um empréstimo ou crédito pessoal. Bom, para conseguir o valor desejado se não tiver limite pré-aprovado, tudo começa com um bom bate-papo, vá até o local (loja de crédito ou banco) que pretende solicitar o montante e converse com o departamento responsável.
fazer crédito pessoalTire todas as dúvidas de como funciona o empréstimo, taxas de juros, total de parcelas e debata outros pontos que sejam pertinentes. Pergunte também se existe prazo de carência e qual  taxa mínima que pode ser aplicada para você. Munido de todas as informações, não deixe de falar a destinação do dinheiro e quanto precisa que lhe seja emprestado.

Processo de liberação

A partir de então, é possível começar a burocracia comum em alguns tipos de processos para fazer crédito pessoal. Uma das coisas que serão verificadas é a renda do solicitante que vai contratar o empréstimo. Isso porque as instituições limitam o valor a ser repassado de acordo com o ganho mensal do interessado, 30% da renda.

Normalmente é assim – o cliente diz quanto precisa e em quantos meses quer quitar a dívida, se a mensalidade ficar maior que 30% da renda, o empréstimo pode não ser liberado. Algo importante! As empresas sempre solicitam comprovantes como irpf, holerites, extratos bancários, pró-labore e outros documentos adicionais. As instituições tem que ter a certeza dos ganhos de quem esta fazendo o crédito pessoal.

Análise de Crédito

Caso as parcelas se enquadrem à renda, um bom caminho já terá sido percorrido. Até porque, convenhamos, muitos sonhos esbarram nisso. O próximo passo das empresas financiadoras é ver se há alguma restrição no nome da pessoa — ou seja, se o indivíduo listado nos órgãos como o Serasa Experian, SPC e SPCBrasil. Se houver, pode esquecer o crédito. As empresas não são muito de confiar em quem está devendo na praça. Por outro lado, não havendo tal impedimento, tudo será mais fácil.

É claro que você também terá de fornecer dados como RG, CPF e Comprovante de Residência. Mas, isso não é trabalho, já que em todos os lugares, para qualquer transação, os documentos são solicitados. No final do processo, dependendo da modalidade uma ou outra garantia será pedida. Às vezes, o bem que será adquirido serve como garantia. Caso não precise, o cliente já sai com o dinheiro no bolso.

Observações: fazer crédito pessoal não é como ir à padaria comprar pão. Fez o negócio não há muita chance de arrependimento. Se quiser voltar atrás e cancelar o empréstimo seja lá por qual razão for, deve-se respeitar o prazo legal para fazer a solicitação. Se passar da data limite, já era. Aliás, pergunte se existe a possibilidade de cancelamento para não ter surpresas desagradáveis.

No final, com tudo acertado, já vai dar para pegar utilizar a quantia solicitada para comprar ou fazer o que precisa. Não esqueça: planeje bem o pagamento para não se apertar ou correr risco de ficar com nome sujo e perder a dignidade. Saiba sempre quando usar o crédito pessoal?

25 comentários - Faça um comentário

Comente aqui !