Empréstimos para Turismo

O Financiamento para o turismo brasileiro deverá crescer nos próximos anos, se a sua empresa faz parte do ramo de turismo e hotelaria conheça os empréstimos para turismo...

Empréstimo para o incentivo do turismo no Brasil – O Financiamento para o turismo brasileiro deverá crescer nos próximos anos, se a sua empresa faz parte do ramo de turismo e hotelaria, então vai ficar entusiasmado em saber que existem diversos financiamentos específicos disponíveis no país.empréstimos para turismoPor meio do Ministério do Turismo, o Governo Federal é o principal fomentador das empresas que atuam na área. São pelo menos seis tipos de financiamentos específicos e operados por bancos públicos e privados que permitem o crescimento desta área, por isso, se você é um empreendedor, conheça algumas opções.

Para conseguir empréstimos para turismo, antes de qualquer coisa é preciso estar cadastrado no Cadastur, um sistema gratuito que reúne pessoas físicas e jurídicas que atuam em qualquer segmento turístico. Para algumas empresas, o serviço é inclusive obrigatório e tem como principal objetivo formalizar e ordenar os profissionais e empresas do setor. Se você ainda não faz parte, cadastre-se aqui.

Financiamento para empresas de turismo: As linhas de crédito disponibilizadas são – FUNGETUR, PROGER, serviços BNDES, FNE, FNO, FCO, sendo as três últimas de cunho regional.

A primeira, o Fundo Geral do Turismo, fomenta e provem recursos para as atividades turísticas, como obras de reforma de estabelecimentos. A partir do FUNGETUR é possível adquirir máquinas, equipamentos e serviços para o progresso de sua empresa. O financiamento varia de R$ 400 mil a R$ 10 milhões e pode ser feito em até 240 meses. A Caixa Econômica Federal é o operador deste serviço.

Outra opção para quem quer investir no próprio negócio na área de turismo é o PROGER. Ele permite o financiamento para investimento fixo e de capital de giro, visando a promoção de emprego e de renda. O valor máximo creditado é de R$ 400 mil, dependendo do faturamento da empresa.

Mas é preciso apresentar algumas garantias, como vincular bens financiados, ter um fundo de aval e consentimento dos sócios. A modalidade também apresenta variações das taxas de juros que variam de acordo com o banco que oferece o serviço. São três: Banco do Brasil, Caixa e Banco da Amazônia.

Já o BNDES oferece diversas modalidades de crédito para esses casos: Automático, FINEM (Financiamento e Empreendimentos), FINAME (Máquinas e Equipamentos) e o Cartão BNDES. Cada uma com condições diferentes e que se encaixam de acordo com a necessidade do cliente.

O foco é o investimento em projetos de ampliação, implantação, recuperação, modernização e otimização de empresas dos ramos de turismo e hotelaria. Conte também com o BNDES ProCopa Turismo, um Programa BNDES de Turismo para a Copa do Mundo de 2014, Proger Turismo Investimento e muitos outros.

Seja lá qual for o seu caso, lembre-se, é sempre importante ter uma ótima saúde financeira, com orçamento controlado e fluxo de caixa bem administrado. Em segundo lugar, é preciso pesquisar condições e taxas e só depois fechar o seu contrato de empréstimo ou financiamento para incentivo ao turismo.

Comente aqui !