Dicas

Empréstimo Pessoal para pagar IPVA e IPTU

O grande dilema, pago o IPVA à vista com desconto de 3%, pago o IPTU com desconto de 6% à vista ou pego um empréstimo pessoal? Confira!

empréstimo pessoal para pagar ipva e iptuVale a pena fazer empréstimo pessoal para pagar os impostos do IPVA e IPTU? Mês de dezembro é como sempre naturalmente uma loucura, além da correria que é, a maioria das pessoas só trabalham até dia 20 e/ou dia 21/12, depois disso, têm que se preocupar com os muitos desejos que devem ser realizados, os presentes que serão comprados para presentear os entes queridos e mais tarde as muitas dívidas deixadas acumuladas para o começo do próximo ano.

Quando acaba essa época de festas de Natal e Ano-Novo e chega o início de Janeiro, começam a chegar os boletos e faturas de despesas das pessoas proprietárias de automóveis e donos de imóveis, sejam próprios ou alugados. O pagamento do IPVA e IPTU é à parte, não vamos nem colocar nas contas as despesas com material escolar, uniformes dos filhos, dívidas do Natal e os financiamentos com bens que certamente muitos fazem no término do ano.

Pagar à vista ou fazer Empréstimo

O grande dilema é, pago o IPVA à vista em janeiro com desconto de 3% à 6% sobre o valor do imposto, também pago o IPTU com desconto de 6% à 10% vista ou pego um “empréstimo pessoal para pagar impostos“. Na verdade não há dúvidas do que fazer, o problema aqui é decidir devido a taxa Selic estar em 7,25% ao ano.

Já sabemos que é praticamente inexistente no mercado um investimentos para pessoa física que pague mais que 3% de rendimento, desta forma, os 3% e 10% de desconto do pagamento à vista dos impostos são maiores que qualquer investimento que poderia ser obtido com renda de dinheiro aplicado, frente ao parcelamento da dívida através de empréstimo pessoal.

A grande maioria dos consultores de finanças, senão todos, desaconselham que se tome empréstimos para pagar dívidas, principalmente dívidas com impostos, esse tipo de tributo deve ser pago à vista.

O que é mais vantajoso

Mas, e se o consumidor não tiver dinheiro em caixa para efetuar o pagamento do IPVA e do IPTU à vista? Pode ser até mais vantajoso pagar os impostos mês a mês sem descontos do que tomar empréstimos para aproveitar os descontos à vista, é quase uma desinteligência, mesmo porque os juros dos “empréstimos para pagar IPVA e IPTU” são muito mais altos que os descontos concedidos.

Nossa dica,  entre decidir em parcelar o pagamentos dos impostos e tomar um empréstimo pessoal para pagar IPVA e IPTU, o melhor é não fazer novas dívidas financeiras. O empréstimo pessoal só é a melhor alternativa quando a possibilidade de ficar inadimplente é muito grande.

Empréstimo para Impostos

De qualquer forma, à partir de Janeiro começa a ser oferecido pelos grandes bancos de varejo como o Banco do Brasil, Caixa Econômica, Itaú Unibanco, Bradesco, Santander, HSBC e muitos outros, os empréstimos pessoais para pagamento de IPVA, IPTU e despesas de início de ano, se for mesmo necessário a obtenção, não esqueça de comparar as taxas oferecidas em várias instituições para essa modalidade.

Empréstimo Pessoal para pagar IPVA e IPTU
Avalie esta postagem

Account Manager, Consultora e Blogueira - Trabalhou com produtos e serviços de crédito no segmento financeiro. Atualmente é produtora de conteúdo e escreve sobre linhas de crédito, financiamentos e finanças.

Escreva um comentário