Skip to content

Empréstimo Peer to Peer { P2P } Entenda como funciona?

Peer to peer – “modalidade de empréstimo onde uma pessoa empresta dinheiro para outra sem a intermediação de um banco ou instituição e investidores podem usar seu dinheiro para lucrar emprestando com juros baixos e rentabilidade estável“. Os empréstimos peer to peer, também chamados de – empréstimos entre pessoas ou empréstimos P2P -, são um dos destaques dos empreendedores da nova economia e tem mudado a forma como se toma crédito em todo o mundo.

Enquanto que na rede de computadores o termo peer to peer serve para designar uma arquitetura onde todas as máquinas envolvidas funcionam como cliente e servidor ao mesmo tempo, na economia moderna (sistema financeiro) o termo é atribuído a uma “modalidade de empréstimo peer to peer lending”, onde uma pessoa empresta dinheiro para outra sem a intermediação de um banco.

Tanto na internet quanto na economia, o conceito do peer-to-peer é colocar os usuários no centro do processo e do avanço tecnológico. Nos empréstimos entre pessoas, a experiência do usuário é simplificada e transparente, as taxas de juros são menores e a burocracia é praticamente inexistente. No financiamento bancário convencional nada disso acontece e é por isso que o P2P está conquistando cada vez mais espaço no mercado financeiro.

Vale a pena o empréstimo peer to peer?

Empréstimo Peer to Peer { P2P } como Funciona entre pessoas
Certamente vale a pena. Injetar capital externo em um negócio traz uma série de benefícios, e nem sempre recorrer a um empréstimo é sinônimo de crise nos negócios. Muitas empresas podem precisar de capital para financiar novos projetos, expandir sua marca ou aumentar o capital de giro. É nesse momento que o peer to peer lending se torna interessante tanto pela facilidade e acesso, quanto pelas taxas de juros mais baixas.

Quem criou os empréstimos entre pessoas?

Tudo começou na Inglaterra em 2005. Giles Andrews é o cofundador da plataforma Zopa, primeira empresa a trabalhar com empréstimos peer to peer no mundo. Por 6 anos consecutivos, a Zopa recebeu o título de Most Trusted Personal Loan Provider ou “Empresa Mais Confiável de Empréstimo Pessoal“.

Hoje, com mais de 10 anos de atuação, a Zopa já emprestou quase 1 bilhão e meio de libras. Atualmente, cerca de 54 mil investidores emprestam valores que variam entre 10 mil e 1 milhão de libras por projeto.

Em 2006, duas novas empresas de empréstimo P2P foram fundadas, dessa vez nos EUA: a Lending Club e a Lending Prosper. Depois disso, novos players começaram a surgir em todo o mundo.

Como funcionam os empréstimos peer to peer?

Os empréstimos peer to peer, como o nome indica, são empréstimos feitos de pessoa para pessoa. Assim, o P2P é uma operação onde quem tem dinheiro para investir empresta para quem está precisando, sem que seja necessária a interferência de bancos e instituições financeiras.

Os empréstimos peer to peer são uma espécie de empréstimo coletivo. Seu principal objetivo é permitir que os tomadores de crédito possam fugir das taxas abusivas dos bancos e instituições financeiras que fornecem empréstimos enquanto, ao mesmo tempo, permite que os investidores tenham uma carteira variada de investimentos e possam obter rendimentos mensais acima da média.

Veja como funciona o empréstimo peer to peer em alguns passos simples:

  1. O tomador de crédito acessa a plataforma desejada e cria uma solicitação de crédito.
  2. Se sua solicitação for pré-aprovada pela plataforma, será oferecida aos investidores em um portfolio online.
  3. Os investidores, então, escolhem se querem financiar e quanto querem investir.
  4. Caso seja financiada, a empresa então recebe o valor do empréstimo na conta cadastrada e os investidores recebem seus repagamentos mensais.

Quem pode solicitar um empréstimo Peer-to-peer lending online?

Empreendedores, pequenas empresas e médias, empresários, MEI’s e investidores no Brasil todo já estão participando da modalidade peer to peer lending. Países como Inglaterra, Estados Unidos, China e Canadá também estão apostando nessa ideia.

Os empréstimos peer-to-peer apoiam desde um pequeno comerciante de Curitiba até uma escola para crianças no Rio de Janeiro ou um desenvolvedor de games em São Paulo. Já em relação aos investidores, a maioria das plataformas não possui tantas exigências e para participar basta ter mais de 18 anos, possuir uma conta corrente e uma reserva mínima de dinheiro.

Mesmo assim, nem todas as pessoas podem ser tomadores de crédito ou investidores. Cada plataforma tem suas exigências e para saber se você está apto a solicitar um empréstimo ou emprestar dinheiro, é necessário conferir as regras específicas da plataforma escolhida.

Empréstimo P2P ou empréstimo bancário – qual o melhor?

Resumidamente, a grande diferença entre os empréstimos peer to peer está em três aspectos:

  1. Taxas de juros
  2. Burocracia
  3. Rapidez na concessão do crédito

Embora o empréstimo bancário tradicional seja a modalidade de crédito mais conhecida e mais utilizada atualmente, dificilmente será a melhor opção para pequenas e médias empresas. Além disso, mesmo quando a empresa puder arcar com os juros abusivos do banco, a concessão do crédito será lenta e acompanhará muitos processos burocráticos que deixarão qualquer um com os cabelos em pé.

Por outro lado, no P2P, a plataforma conecta pessoas que precisam de crédito e investidores que querem bons rendimentos com muito mais facilidade e agilidade. O processo, além de ser realizado 100% online, é muito menos burocrático do que em um banco. A obtenção do valor do empréstimo depende apenas da pré-aprovação da plataforma e do interesse dos investidores.

 Nota : Com todas essas informações talvez você queira saber quais empresas fazem empréstimos peer to peer lending no Brasil, e se você tem uma empresa quais alternativas de plataformas online de empréstimos para empresas e ainda listamos algumas das melhores plataformas para investidores em de empréstimos P2P.

Boa Sorte!

 

Empréstimo Peer to Peer { P2P } Entenda como funciona?
Média 575 votos