Skip to content

Empréstimo para vendedores do Mercado Livre

Empréstimo para vendedores do Mercado Livre – O Mercado Livre está em uma fase de inovação na sua plataforma, começará a fazer empréstimos pessoais, liberando dinheiro aos vendedores cadastrados e ativos em sua plataforma de vendas de produtos online.

Os valores dos empréstimos cedidos pelo Mercado Livre devem variar entre R$ 5 mil a R$ 350 mil para financiamento do capital de giro dos vendedores. Esses valores foram divulgados nesta terça-feira última dia 30, pela própria empresa e também pela divulgação da mídia de massa.

Empréstimo para vendedores do ML

Segundo informações da comunicação do Mercado Livre, os valores emprestados poderão ser pagos em até 12 meses. O reembolso serão debitados automaticamente da conta dos vendedores junto a plataforma. Os juros aplicados serão de até 3,1% ao mês. O empréstimo para os micros e empreendedores do Mercado Livre só pode ser possível graças às parcerias com o Banco Topázio e a financeira Money Plus.

Por enquanto, somente que possui um histórico de vendas com mais de seis meses na plataforma poderão solicitar o empréstimo para vendedores. A aprovação e liberação está sujeita análise de crédito no Serasa e SPC e outros órgãos de proteção externos.

Qual é a oferta de crédito para vendedores

Mercado Livre, que reúne anúncios de produtos à venda na internet, lançou nesta terça-feira (30) oferta de crédito para vendedores do site e que usam as máquinas de cartões do grupo, reforçando sua capacidade de geração de negócios em um momento em que a rivalidade no setor cresce e a economia volta a avançar.
Empréstimo para vendedores do Mercado Livre
A companhia, por meio da unidade de pagamentos Mercado Pago, iniciou testes com o produto há seis meses no Brasil, depois de lançar a oferta de crédito para os vendedores na Argentina e no México no ano passado. O objetivo, além de atrair os vendedores, é conceder crédito também para os compradores deles nos próximos meses.

Empréstimo com o Mercado Pago

Durante os testes no Brasil o “Mercado Livre empréstimo” realizou oferta de crédito que atraiu 18 mil clientes, que tomaram R$ 250 milhões em empréstimos, disse o executivo. O volume de clientes é mais que a metade dos 25 mil clientes que contrataram empréstimo com o Mercado Pago onde o serviço foi lançado, disse o vice-presidente sênior do Mercado Crédito na América Latina, Martín de los Santos.

A oferta de empréstimo tem parceria no Brasil com o banco Topázio, do Rio Grande do Sul, e com a financeira BMP MoneyPlus. Além da parceria na concessão dos empréstimos, o grupo Mercado Livre montou um fundo para captar recursos para o negócio, disse Oliveira. Segundo Santos, até agora a inadimplência média das operações na região é de 2%.

O lançamento do produto de empréstimos acontece poucos dias após a PagSeguro fazer o maior IPO (oferta inicial de ações, na sigla em inglês) de uma companhia brasileira desde abril de 2013, movimentando cerca de US$ 2,3 bilhões. Outra processadora brasileira de pagamentos, a Stone, também planeja um IPO nos próximos meses, disseram fontes à Reuters este mês.

Diversificação Mercado livre

O Mercado Livre tem diversificado operações nos últimos meses, passando a oferecer frete gratuito, fazendo parcerias com livrarias como Saraiva e Cultura e também testando ferramentas para venda de veículos pelo site, algo que pode envolver também a concessão de financiamentos e empréstimo para vendedores e compradores.

O faturamento do Mercado Livre no terceiro trimestre de 2017 subiu 76% no país sobre um ano antes a US$ 131 milhões.

Empréstimo para vendedores do Mercado Livre
Média 513 votos