Empréstimo consignado sem ficar endividado

Solicitar o desconto um empréstimo consignado no holerite sem ficar endividado ou ter que renegociar, refinanciar ou portabilizar o contrato meses depois - é possível?

Descontar um empréstimo consignado sem ficar endividado ou ter que ampliar o endividamento meses depois – é possível? Bom, o processo de endividamento já começa pelo simples fato de solicitar um empréstimo pessoal ou empréstimo consignado, não importa se um tem as taxas mais baixas e o outro com taxas muito mais cara. Todo caso é um caso e tem pessoas que contraem empréstimos com juros beirando os 25% ao mês e mesmo assim acha que ajudou de alguma forma.

Atualmente quase que todos os servidores públicos estaduais e municipais podem solicitar empréstimos consignados através do sistema de consignação em folha, o consignado é oferecido em dezenas de bancos e financeiras que são credenciadas exclusivamente para esse tipo de operação de crédito. Conforme alguns Decretos específicos, os órgão públicos tem uma quantidade de meses para realizar os ajustes administrativos entre o departamento responsável e as instituições bancárias.

Pegar empréstimos e mais empréstimos, sabemos que essa é a realidade dos servidores públicos em todas as esferas, inclusive CLTs, Comissionados e até os temporários, o endividamento tem ocorrido devido aos salários e proventos achatados ano após anos, sem reposição inflacionária, como saída de emergência o “socorro”parecer vir sempre do empréstimo consignado na folha de pagamento. É dinheiro no bolso por um custo entre aspas barato, mas a questão envolve uma análise bem pensada entre a qualidade dos salários x a exposição a facilidade de obtenção de crédito. Veja também: consignado prefeitura de São Pauloempréstimo consignado com FGTS, empréstimo para Servidor PMSP

Por causa dos baixos salários praticados pelos governos, a única entidade que se beneficia dessa falta de pudor dos órgãos públicos em patrocinar pagamentos indignos, são as instituições financeiras que se aproveitam e criam inúmeros mecanismos e produtos de crédito para oferecem ao funcionários e servidores, engajando-os cada vez mais em dívidas e falta de dinheiro para necessidades básicas.
Empréstimo consignado sem ficar endividado
Nesse exato momento, o servidor público até consegue pensar que vai se “libertar” das dívidas, no entanto pela precisão imediata de dinheiro sequer entende que estará entrando numa prisão financeira sem chaves e sem carcereiro.

Como contratar o empréstimo consignado?

A primeira recomendação é sempre comparar as taxas de juros e o Custo Efetivo Total (CET) do empréstimo, pesquise em todos os bancos que conseguir ou estiver credenciado com seu órgão. Por interesses que mal sabemos, mesmo com a crise, novas situações são criadas para que haja a abertura de novas linhas de crédito em várias vertentes, elas são oferecidas pelos bancos privados e também por bancos federais como a Caixa Econômica e Banco do Brasil que lucram muito com isto.

Para escapar da prisão, o melhor é sempre guardar um pouco de dinheiro todos os meses se puder e comprar tudo à vista ou não comprometer mais de 30% da renda. Na verdade, o empréstimo consignado é a melhor linha de crédito ao consumo do mercado, além de ter a menor taxa de juro, sua operação protege o servidor público de superendividamento, especialmente porque tem um limite de até 35% de comprometimento com pagamentos descontados no holerite.

Quando o consignado é recomendável?

O ideal é solicitar o empréstimo somente para liquidar dívidas de créditos mais caros como os de cheque especial, cartão de crédito, empréstimo com agiota ou outras dividas com particulares. O consignado tem juro menor, uma vantagem para quem sabe usá-lo bem. Uma dica é liquidar dívidas de cartão de crédito ou fazer a quitação de financiamentos de carros, pague à vista e ainda vai sobrar um pouco de grana.

Existe possibilidade de renegociação com banco? A instituição financeira não é obrigada a renegociar ou refinanciar a dívida adquirida, mas praticamente todos os bancos oferecem a renegociação ou refinanciamento do empréstimo à partir de algumas parcelas pagas do contrato. Há também a situação em que o consumidor pode quitar o saldo devedor, nessa operação são descontados os juros futuros que pode gerar um excelente desconto.

Para contratar um empréstimo consignado sem ficar endividado é praticamente impossível, mas você pode minimizar os problemas de dinheiro, usando somente uma parte do seu salário para pagar o empréstimo, nunca comprometa mais do que 30/35% dos seus ganhos com dividas financeiras. Isso quer dizer que não adianta nada usar 30% do desconto no holerite e ficar pendurado no limite de crédito ou cheque especial do seu banco.

De um forma ou de outra, o servidor público ou funcionário público precisa avaliar o risco do empréstimo consignado ou crédito pessoal é, manter seu comprometimento mensal sadio, antes de fazer o empréstimo pense, reflita e analise se não há outra forma de conseguir o dinheiro necessário. Tenha cautela, faça comparação e planeje, essas são dicas essenciais para usar bem os recursos dos salários ou proventos.

Edição: Portal do Empréstimo

4 comentários - Faça um comentário

Comente aqui !