Empréstimo com juros menores

Saiba como conseguir um empréstimo com juros bem menores. Quais são as condições avaliadas e o que é possível fazer para diminuir as taxas de juros?

emprestimo juros menoresQual é o empréstimo com menor juros? Se você precisa de um empréstimo com juros menores sem determinar o fim, ou seja, não vai comprar uma casa, carro ou bem durável, com certeza já se deparará com juros um pouco mais altos do que os financiamentos com destino certo. Para tentar amenizar o desfalque no seu orçamento, vamos destacar alguns pontos importantes para você conseguir um empréstimo com juros menores sem comprometer ainda mais sua saúde financeira.

Primeiro, tente conhecer os produtos da instituição onde você recebe seu salário mensalmente. Alguns bancos têm juros mais baixos para estes casos e oferecem taxas reduzidas, principalmente para cheque especial, cartão de crédito e crédito pessoal.

Vale lembrar ainda, que para aqueles que têm conta salário, existem diversas vantagens e benefícios que fazem a diferença. As taxas são menores, ou inexistentes em alguns casos, e você ainda pode conseguir descontos em consórcios e outros tipos de operações financeiras.

Ainda falando de relação com o banco, saiba que se você tiver um seguro ou qualquer outro tipo de investimento em determinada instituição, as cobranças podem variar ainda mais e cair as taxas de juros aplicadas. É sempre importante manter um bom relacionamento com o seu banco e falar com seu gerente sempre que puder, assim, ao analisar seu crédito, com certeza lhe serão disponibilizadas algumas vantagens.

Se você teve um histórico sem inadimplência ou atraso em pagamentos vai favorecer o pedido, não sendo pontual com certeza vai perder alguns diferenciais muito importantes. Mas se tem um contato direto com o responsável pela sua conta, sem dúvidas não será prejudicado se a situação anterior tiver sido única.

Outro ponto importante no momento em que você procurar por empréstimo com juros menores é: você precisa se atentar ao prazo de financiamento. Quanto mais longo for o período para pagamento, maiores serão as taxas. Por isso, opte por pagamentos em menos meses. A situação em longo prazo oferece mais riscos ao banco.

Um segundo fator que está nas mãos do cliente é o valor de entrada em um financiamento. Tente sempre dar a maior quantia possível de entrada e emprestar um valor menor, desta forma o produto financeiro sai mais barato do que o montante total. Esta é uma segurança para a instituição, que confiará na possibilidade de pagamento do cliente.

Nunca se esqueça de que é necessário ter bom planejamento financeiro antes de contratar um empréstimo.

Vale a pena comparar as taxas em mais de uma instituição e assim optar por aquela que oferecer as condições que façam jus às suas próprias possibilidades.

Comente aqui !