Seu Dinheiro

Emprestar dinheiro, para quem você nunca deverá emprestar

Emprestar dinheiro, quais as situações que podemos avaliar se realmente as pessoas que estão nos pedindo dinheiro merece

Emprestar dinheiro … Você já parou para pensar “para quem você nunca deveria emprestar seu dinheiro”. Uma boa parte das pessoas já passou por essa situação, alguém pedir dinheiro emprestado para pagar depois. Como saber para que devemos emprestar nosso dinheiro. Esta questão não é difícil de decidir. Vou deixar claro que confiança na pessoa não é garantia suficiente para você ter certeza que vai ter o “seu dinheiro” de volta sem nenhum problema.

Vamos observar abaixo, quais as situações que podemos avaliar se realmente as pessoas que estão nos pedindo dinheiro emprestado poderá devolver o empréstimo cedido por amizade ou confiança. O seu dinheiro tem valor sentimental, em algumas situações o mais indicado, é dizer não.

Investigar a finalidade

Ao pedirem dinheiro, investigue a finalidade que o dinheiro vai ser empregado – Se um amigo, parente ou familiar está “pedindo um empréstimo” para você, descubra a causa do problema, entreviste a pessoa de forma discreta para identificar se, ao emprestado o dinheiro, a concessão vai resolver se uma vez por todas os problemas.

É muito difícil dizer não para determinadas pessoas, normalmente estamos abertos para tentar ajudar, mas será que a pessoa é irresponsável, esta gerindo o dinheiro dela de maneira inapropriada, é consumista, será que o empréstimo vai resolver o problema dela somente naquele momento. A decisão mais ruim é você emprestar dinheiro para uma pessoa que não têm como formar uma reserva ou simplesmente não faz planos para ter um fundo de emergência para o futuro por ser indisciplinada financeiramente. Então lhe pergunto – como esta pessoa vai devolver o empréstimo que você pensa em fazer para ela.

emprestar dinheiro

Para dívida que não vai acabar

Não empreste seu dinheiro para pagar dívidas alheias que não irão acabar – Outro dia emprestei uma determinada quantia para uma pessoa muito querida pagar suas dívidas, as faturas pendências eram de alguns cartões de crédito que estavam acabando com os nervos dela – os juros de cartões de crédito é de morte, 17% a.m – como a pessoa era muito próxima a mim, dei 4 meses de tolerância para ela começa a me devolver a quantia.

Passados os 4 meses a procurei para saber quando iria começa a me reembolsar os valores emprestados – a resposta foi inacreditável – me disse que era muito agradecida pois tinha pago todos os cartões, mas naquele momento estava devendo tudo novamente e não poderia me pagar. Moral da história, não empreste seu dinheiro para quem não vai poder reembolsar o que você emprestou.

Não empreste para mal pagador

Emprestar dinheiro para mal pagador ou caloteiro – Sempre tem alguém na família conhecido por dar calotes em todo mundo, como a pessoa é carismática, convence os membros da família com facilidade a lhe emprestar dinheiro, você empresta, ele finge que esqueceu ou espera você não se lembrar mais, aguarda um tempo e parti para uma nova investida para pedir outro empréstimo. Se você já sabe que se emprestar o dinheiro para esta pessoa não vai receber, então porque ajudar. Para se esquivar, ajude a pessoa na compreensão de como você gerência seu dinheiro.

Empréstimo para problemáticos

Empréstimos para criar ou manter problemas – O seu dinheiro vale o seu trabalho, para ganhá-lo provavelmente você teve que gastar algumas horas da sua vida para ele entrar no seu bolso. Certamente você conhece alguém que vive pedindo dinheiro emprestado, mas essa pessoa vai usar o empréstimo para manter seus vício com bebidas, drogas, como jogatinas ou mulheres, se é que me entende. Se você realmente você está querendo ajudar essa pessoa, convença ela de procurar um profissional para auxiliá-la.

Emprestar dinheiro, para quem você nunca deverá emprestar
Avalie esta postagem

Account Manager, Consultora e Blogueira - Trabalhou com produtos e serviços de crédito no segmento financeiro. Atualmente é produtora de conteúdo e escreve sobre linhas de crédito, financiamentos e finanças.

Escreva um comentário