Skip to content

Crédito para empresas em recuperação judicial

Empresas em recuperação judicial, onde, como e quando contratar crédito para salvar o seu negócio? Nos últimos anos não tem sido fáceis no mundo dos negócios, principalmente para micro, pequenas e médias empreendedores e empresários. Com a crise no Brasil, muitas empresas tem se obrigado a rever seus gastos e muitas não conseguem pagar seus credores em dia. Esta situação é extremamente prejudicial para a economia local e para o país como um todo.

Mas, como conseguir crédito para empresas em recuperação judicial? Quando uma empresa entre em recuperação, os riscos são aumentados para empregados, fornecedores, credores e consumidores quando possuem serviços de longo prazo.

Por fazer a contenção, hoje existem diversas maneiras de recuperar e salvar uma empresa da ruína. Donos de empresas, empresários e empreendedores podem financiar empréstimos para recuperar judicialmente o negócio ou comercio, decretar falência, ou, em último caso, vendê-la.

Crédito para empresas em recuperação

Como este é um problema que tem afetado muitas empresas, o governo tem oferecido algumas condições para que elas possam se recuperar e voltar da melhor maneira ao mercado. Linhas de crédito e empréstimos financiados tem ajudado muita gente a se recuperar do aperto.crédito para empresas em recuperação judicial

As empresas em recuperação judicial podem se beneficiar de diversas maneiras com estes créditos oferecidos pelo BNDES e outras financiadoras. Se sua empresa está nessa situação, pesquise bem, veja se estas linhas de crédito comercial funcionam para você e se pode arcar com este financiamento. Talvez conseguir um crédito extra possa ajudar a sua empresa a se recuperar e a funcionar melhor que antes.

O que significa estar em recuperação judicial?

A recuperação judicial é uma situação muito delicada para uma empresa.  Estar em recuperação judicial significa que a empresa não está conseguindo pagar seus credores. A  recuperação judicial é um passo antes da falência.

A empresa deve entrar com uma ação de recuperação judicial na justiça.  Este pedido fará com que ele possa negociar com os credores uma melhor maneira de conseguir pagar suas dividas.  O proprietário tem 6 meses para fazer um acordo com os credores.  Se em 60 dias a empresa não apresentar um plano de recuperação, o juiz poderá decretar falência. A Falência também é um outro processo pelo qual o empresário tentará salvar seu negócio.

É bom ter em mente que a empresa que está em situação de recuperação judicial tem suas ações estagnadas.  As negociações dessas ações ficam suspensas na Bovespa. A recuperação judicial é um processo que, apesar de todos os entraves, pode ocorrer de maneira tranquila.  É preciso que a empresa trace um plano estratégico e negocie de uma forma inteligente com os credores. A recuperação  é possível e as linhas de crédito podem ajudar você neste momento difícil da sua empresa.

Investir em empresas em recuperação judicial é um bom negócio

Como são tempos difíceis e muitas empresas estão procurando créditos para poderem sobreviver, o governo oferece boas condições para quem precisa sobreviver a recuperação judicial.  Outro fator importante é que auxiliar na recuperação de empresas neste processo tem se tornado muito lucrativo.

Mercado de empréstimo para investidores em empresas 
Empréstimo para compra de pequenas e médias empresas
Empréstimo para aquisição de empresas falidas
Encontrar capital de giro para empresas em dificuldades
Antecipação de recebíveis para empresas
Aplicativos de empréstimo imediato para empresas

Instituições de crédito, bancos, factorings, fundos de investimento e o próprio governo federal estão destinando recursos especificamente para empresas que estejam em regime de recuperação judicial.  Isto se deve por que  investir nestas empresas pode ser mais seguro do que em uma empresa  que não esteja nesta condição.

Como funciona e como conseguir crédito para recuperação?

Uma das maneiras mais fáceis de conseguir crédito para sua empresa enquanto ela está em recuperação judicial é pelo BNDES.  Em 2016 o Banco Nacional do Desenvolvimento, desenvolveu uma linha de crédito apenas para recuperar estas empresas.

O BNDES declarou que irá disponibilizar cerca de  4 bilhões de reais, por meio de instituições financeiras credenciadas, para a linha conhecida como Programa de Apoio ao Fortalecimento da Capacidade de Geração de Emprego e Renda (Progeren), com juros menores. Esta linha de crédito  serve  para ajudar a sua empresa a se recuperar o BNDES criou uma linha de capital de giro, com o objetivo de ajudar empresas que vem passando por esta situação.

Para conseguir o crédito oferecido  pelo Canal do Desenvolvedor (MPME), você deve  acessar o canal do programa. Neste canal haverá um formulário onde você responderá algumas perguntas. O BNDES envia para os bancos interessados e você recebe a resposta em pouco tempo. Esta linha de crédito é para micro e pequenas empresas.  Caso sua empresa seja maior, você pode financiar o empréstimo por outras linhas.

Estar em recuperação judicial não significa necessariamente que sua empresa irá ter que decretar falência. Avalie suas condições, negocie. Utilize o crédito e saia do sufoco! Nada melhor do que começar o próximo ano com tudo em dia!

Crédito para empresas em recuperação judicial
Média 515 votos