Skip to content

Conta corrente e poupança – Entenda a diferença entre contas!

Qual a diferença entre conta corrente e poupança? Talvez você pense que ter uma conta corrente e poupança seja uma opção bancária não funcional ou desnecessária. Mas sabia que você pode se beneficiar com os dois tipos de contas – tanto corrente como poupança? E, compreender as diferenças entre as duas irá ajudá-lo a decidir entre ter um ou outra ou as duas separadamente ou pedir ao banco um conta híbrida.

As contas bancárias (conta corrente e poupança) são basicamente um arranjo criado pelos bancos e instituições financeiras, além agora de fintechs de crédito para emprestar dinheiro, realizar transações financeiras e transferir depósitos entre contas ou enviar depósitos para essa contas. O objetivo das contas é serem o meio mais seguro de qualquer pessoa retirar, transferir ou guardá-lo

Essa promessa é apoiada pelo Banco Central do Brasil que garante integralmente que cheques e depósitos de poupança sejam trocados entre pessoas que possuam conta, que é, por sua vez, respaldada pelas operações digitais feitas por instituições bancárias, financeiras, empresas de crédito, associações e cooperativas de créditos. Vamos ver então o fim das semelhanças entre conta corrente e poupança.

Checando os tipos de contas bancárias

Conta corrente bancária

Transacionais: as contas correntes tradicionais são contas transacionais, o que significa que os bancos esperam que os titulares de contas tirem e coloquem frequentemente dinheiro nelas, existe poucas restrições sobre o tempo para ter uma conta ou o valor que você pode realizar com essas transações.
Qual a diferença entre uma conta corrente e poupança
Para ajudar a tornar essas transações o mais conveniente possível, as contas correntes possuem a capacidade de fazer pagamentos com um talão de cheques, pagar contas com cartão de débito e cartão de crédito e até mesmo utilizar aplicativos móveis para todo tipo de transação eletrônica que envolve serviços e produtos bancários.

Taxa e custos: as contas correntes geralmente são carregadas de taxas, tarifas e custos para utilizar um longa lista de serviços liberados na conta, ex: utilizar o limite do cheque especial mais tempo do que o período gratuito, usar o caixa eletrônico de outro banco (Postos 24horas), ultrapassar o números de transações associadas a cada tipo de pacote mensal

Pagamentos de juros: a maioria das contas correntes tradicionais não se paga qualquer juros por manter o seu dinheiro nelas, pelo contrário, as contas correntes cobram juros e descontos de impostos como o IOF nos caso em que o titular utiliza o dinheiro do próprio banco, como no cheque especial e empréstimos e crédito pessoal pré-aprovado.

Conta de poupança

Investimento de longo prazo: as contas de poupança estão mais próximas de uma forma de investimento mais transacional que existe e que conhecemos. Você em geral mantém uma conta poupança para ter acesso bancário para guardar e poupar seu dinheiro, normalmente por períodos mais longos na esperança do dinheiro não desvalorizar ou perder dinheiro com a inflação.

Guardar para não gastar: o dinheiro mantido nas contas poupanças é mais difícil de gastar, se você não andar com o cartão da conta, claro! As contas poupanças normalmente não possuem privilégios para uso de cheques, limites de crédito, transferências, mas podem ser utilizadas para débito direto, portanto, em muitos casos, você só utilizará as contas poupanças para retirar, transferir e gastá-lo no débito com cartão.

Poucas taxas e tarifas:  com as contas poupança, os bancos ganham dinheiro com o “spread” – que é a diferença entre a taxa de juros que você paga e a taxa de juros sobre os empréstimos que eles financiam com o seu dinheiro. Por causa disso, e o fato de que elas não custam tanto quanto as contas correntes, os bancos geralmente não cobram nenhuma taxa para se ter uma conta, além da solicitação de um deposito inicial.

Pagamento de juros: os rendimentos atuais aqui no Brasil relacionados as contas poupança podem não ser excelentes, mas podem ajudá-lo a acumular um pouco mais de dinheiro ao longo do tempo. Nossa dica é você pesquisar no mercado sobre outras formas de aplicação para garantir que você vai obter taxas de rendimento melhores que deixar seu dinheiro em uma conta de poupança.

Por que você precisa de conta corrente e poupança?

É muito provável que você tenha uma conta corrente, afinal essa é uma das formas mais naturais que todas as pessoas economicamente ativas mantém um vida financeira e constrói histórico financeiro, além dos cartões de crédito sem consulta, pré-pagos e tradicionais.

Embora sejam uma maneira conveniente de fazer todo tipo de pagamentos, as contas correntes são lugares terríveis para tentar economizar ou criar renda. Não só o dinheiro pode ser usado constantemente pelos próprios poupadores em momentos de dificuldades, como também ser utilizados para futilidades.

E se você está preocupado com o incômodo de gerenciar várias contas correntes ou de poupança, é fácil resolver isto, peça ao gerente que sua conta corrente seja também poupança e com a capacidade dos bancos on-line e via celular você faz o gerenciamento. Ter os dois tipos de contas pode até permitir que você se livre de algumas taxas e juros sobre o dinheiro utilizado do banco.

Conta corrente e poupança – Entenda a diferença entre contas!
Média 4.2106 votos