Crediário Fácil com Crédito no Carnê ou Boletos

Ainda não possui cadastro para crediário? O crédito no carnê ou boleto é rápido. Para abrir o cadastro de um cliente, as lojas geralmente exigem poucos documentos

Crediário, seu crédito no carnê facilitado sem complicação. Foi-se o tempo em que quando alguém precisasse (ou desejasse) comprar desde um vestido novo até um celular de última geração e não possuísse todo o valor do produto em mãos, teria que desistir da aquisição. Nos dias de hoje, as lojas não medem esforços para facilitar as compras de seus clientes. Existem lojas que aceitam pagamentos no cartão de débito e crédito, parcelamentos no cheque pré, carnê com boletos mensais e até crediário.Crediário Fácil com Crédito no Carnê Ou seja, há sempre uma forma de pagamento para fazer com que o consumidor na deixe de comprar. Não tem dinheiro em mãos? Podemos parcelar. É só usar o cartão de crédito. Não possui cartão de crédito? Dá para fazer a compra parcelada no carnê pelo crediário.

Ainda não possui cadastro para crediário? É rápido. Para abrir o crédito no carnê ou crediário de um cliente, as lojas geralmente exigem documentos como RG, CPF, comprovante de renda, comprovante de residência, holerite e referências bancárias, e pronto! O crediário nada mais é do uma forma de agilizar as compras dos clientes. O grande problema desta e das outras facilidades é que o consumidor acabe se empolgando demais e perca o controle das próprias compras.

Por mais tentador e fácil que seja comprar um produto, no sentido de adquirir, nos dias de hoje pagar por ele é outra história que em alguns casos acaba ficando para outro dia. Toda essa facilidade é uma grande armadilha para aquelas pessoas mais consumistas e indisciplinadas.

O grande perigo de qualquer compra parcelada no crediário com carnê por exemplo, é o risco de endividamento. Isso acontece principalmente quando a compra não é planejada. Planejar é a palavra-chave para evitar dívidas com crédito empréstimo ou crediários.

O consumidor responsável deve analisar a quantia que pode pagar no melhor prazo dentro do seu orçamento. Além disso, é sempre melhor optar pela maior quantia que o cliente possa pagar e nos menores prazos possíveis. Assim, a quitação da compra é feita de maneira mais rápida e o comprador consegue se livrar logo da dívida.

A ilusão de pagar pequenos valores por mês pode trazer juros mais altos e manter o consumidor atrelado à compra por um período muito longo. Suponhamos que o consumidor em questão já esteja endividado. Não é aconselhável deixar a dívida se acumular, ou que a mesma prescreva, período que dura cinco anos até que o nome do endividado saia da lista do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) e Serasa Experian.

Esse é um dos grandes problemas do crédito no carnê com crediário, sendo prático e acessível o comprador fica mais vulnerável em ficar inadimplente com a acumulo de dívidas de crédito, financiamentos e boletos de compromissos financeiros.

83 comentários - Faça um comentário

Comente aqui !