Primeiros passos para contratar empréstimo consignado

cerca de 25 milhões de beneficiários do INSS entre aposentados e pensionistas podem solicitar o empréstimo consignado e cartão

O primeiros passo ao desejar contratar empréstimo consignado é definir por qual motivo o crédito será solicitado, com o que os recursos liberados serão utilizados, pensar se o empréstimo é ruim ou bom fará você fazer uma operação de crédito consciente.

O beneficiário de início deve pesquisar na internet qual instituição oferece as condições mais favoráveis, ou ir direto no banco ou financeira de sua preferência, apesar de não a decisão mais acertada. Escolher um banco ou financeira que você confie e que não tenha muitas reclamações nos órgãos reguladores pode fazer a diferença No site da Previdência www.previdencia.gov.br têm uma lista com todas as instituições credenciadas.

Empréstimo em qualquer banco

Vale lembrar que o aposentado ou pensionista não está obrigado a fazer o empréstimo no banco que o beneficio é pago, a solicitação para “contratar empréstimo consignado”, pode ser feita em qualquer instituição financeira no Brasil, desde que ela esteja autorizada pelo MPS em conceder e realizar a consignação em folha. O ideal mesmo é procurar um banco, financiadora ou empresa de crédito que ofereça a menor taxa de juros e minimize a burocracia.

Nunca pegue um empréstimo consignado, crédito pessoal ou financiamento sem antes definir com clareza o objetivo da contratação, contrate o valor e a parcela que você pode pagar sem comprometer seu orçamento familiar ou individual.

 

contratar emprestimo consignado

Documentação e Solicitação

Na conclusão da operação de crédito, (empréstimo consignado) o segurado do INSS, necessariamente precisa apresentar sua identificação pessoal – RG ou CNH (carteira nacional de habilitação) originais, o CPF e o extrato de pagamento do benefício. O contrato de empréstimo deve feito pessoalmente direto na instituição bancária ou financeira e, assinado para autorização da operação pelo próprio contratante.

O procedimento de ir a uma agência bancária, loja de empréstimo ou escritório de crédito de correspondência não bancária, dará ao “solicitante do empréstimo” uma maior garantia de operação de crédito segura, além do que, não haverá a possibilidade de acontecer um operação fraudulenta ou indevida envolvendo valores e prazos diferentes dos solicitados.

Nas operações de empréstimo consignado, não são válidos contratações realizadas por telefone (sem contrato), pela internet de um estado para o outro, por meio de procuração ou por meio de representante legal do beneficiário, assim como dependente, curatelado e tutelado.

Quem pode contratar

Hoje, cerca de 25 milhões de beneficiários do INSS entre aposentados e pensionistas têm o direito de contratar empréstimo consignado. A contratação pode ser feita por titulares de aposentadorias e pensões por morte, com pagamento realizado no Brasil.

Atualmente para concluir o “contrato de empréstimo consignado”, a assinatura e rubrica é obrigatória como prova de permissão do beneficiário para permitir que o desconto das parcelas do empréstimo ou do cartão de crédito possam ser feitas mensalmente no benefício. Muitas instituições também anexam ao contrato um termo de autorização para ser assinado, outros incluem um formulário a parte do contrato que deve ser assinado.

Comprometimento e parcelas

As regras estabelecidas pela lei do empréstimo consignado, define que o comprometimento da renda não pode ultrapassar 30% do valor do benefício com parcelas referentes a contrato com empréstimos e descontos financeiros. Além do empréstimo, o beneficiário do INSS têm a sua disposição um cartão de crédito para consignação, com ele é possível comprometer até 10% da renda que fica reservada no benefício para descontos nessa modalidade de consignado. Com o uso das duas modalidades no mesmo benefício, o porcentual utilizado para empréstimo consignado na renda passa a ser 20% e 10% para o cartão consignado, totalizando 30% de descontos.

Prazo, Quantidade de Empréstimos e Custos

O aposentado e pensionista consegue através de consignações de empréstimos, fazer até seis contratos de empréstimos e um empréstimo com o “cartão de crédito consignado” simultaneamente, os contratos podem ser em instituições diferentes, desde que respeitado o comprometimento máximo de 30%. Atualmente a quantidade de meses que o empréstimo pode ser parcelado chega ao parcelamento máximo de 60 vezes.

Bancos, financeiras, associações de crédito, cooperativas e sindicatos entre outras, devem informar com antecedência ao contratante titular do benefício o CET – Custo Efetivo Total, os valor das parcelas, o total que será financiado, a taxa de juros mensal e anual, o número e periodicidade das parcelas (quantas vezes).

Assinatura do contrato

Quanto a assinatura do contrato, o segurado deve exigir seus direitos, peça sua cópia, verifique se as informações estão corretas, não aceite contratos com valores escritos em lápis ou caneta apagável.

A instituição comprometida com o sua operação de empréstimo têm que fornecer contratos distintos e específicos, tanto para empréstimo consignado quanto para cartão de crédito consignado, claro que esse procedimento só realizado nos caso em que beneficiário solicite as duas modalidades de crédito.

Alertar! Quando o aposentado e pensionista for contratar empréstimo consignado, jamais deve assinar contratos ou documentos em branco, nem aceitar auxílio de pessoas desconhecidas, não assine contratos em casa se não tiver certeza do que está fazendo, faça sempre empréstimo pessoalmente.

Comente aqui !