Cartão de crédito bom ou Cartão de crédito ruim? Eu quero!

O cartão de crédito deve ser encarado como uma facilidade financeira que possibilita a realização de compras, pagamentos, saques e dí...

Se o cartão de crédito é bom ou é ruim, não sei mais eu quero um! Parece engraçado mais isso foi o que minha sobrinha me disse outro dia. Nos primórdios do comércio, quando surgiu o escambo, não havia o dinheiro, apenas troca de mercadoria por outra, tempos depois, apareceu à moeda, para facilitar e ampliar o processo de compra e venda, mais tarde surgiram às cédulas de papel, que nos possibilitam carregar e armazenar muito dinheiro, com pouco peso e em pequenos locais. Hoje já temos a nossa disposição o dinheiro plástico, muito dinheiro em apenas um cartão. O inseparável, velho e bom cartão de crédito.
Cartão de crédito bom ou Cartão de crédito ruim

Assim movimenta-se o mundo econômico, criando alternativas para facilitar os meios de compra e venda, e sem dúvida alguma o cartão de crédito é um excelente exemplo disso. Com ele podemos realizar todo tipo de compra, desde alimentos e roupas até produtos duráveis como televisores, geladeiras, etc… Este produto permite que possamos inclusive fazer compras online e por telefone. Nada mais fácil e prático do que escolher um produto pela internet, digitar o número do seu cartão mágico e pronto. Está feita a compra.

Mas se esse tal de cartão de crédito é tão bom, porque muitas pessoas ainda tem dificuldade de usá-lo? Bem, o cartão de crédito, assim como o dinheiro convencional, deve ser utilizado de forma consciente e responsável. Não devemos esquecer que os gastos no cartão devem ser condizentes com as possibilidades de pagamento de cada pessoa.

O cartão deve ser encarado como uma facilidade, que possibilita o usuário a realizar compras, pagamentos, movimentações de forma segura, sem que precise estar com dinheiro em mãos. Este produto nos dá praticidade com segurança, pois se perder dinheiro na rua, ou for assaltado, por exemplo, não conseguirá reaver o dinheiro, mas o cartão pode apenas ligar na operadora e cancelar sem ônus algum.

O cartão de crédito, no entanto pode em algumas vezes ser vilão, nesses casos o cartão é ruim, basta utilizarmos de maneira incorreta, sem planejamento e pronto, está feito o estrago. Toda compra realizada no cartão de crédito e não paga pontualmente terá sobre ela juros incidentes que normalmente são astronômicos. Se precisar escolher o que pagar, pague o cartão de crédito primeiro, pois é uma das dívidas mais onerosas que se pode ter. Evite pagar apenas o mínimo, pois o restante do valor incidirá juros, sobre juros, e sua conta só fará aumentar. Pense no cartão como antes nos carnes de parcelamento, considerando que deve sempre pagar a fatura toda, no vencimento correto.

Devemos ainda ter cuidado com as informações contidas nele e mantê-lo seguro, pois muitos sites e lojas aceitam as compras sem confirmação de outros dados, além do número do cartão, ou seja, se perder o cartão ou alguém mal intencionado tiver acesso a ele, você poderá ter um grande prejuízo.

Hoje em dia, no entanto as administradoras dos cartões de crédito estão mais espertas e atentas as movimentações dos clientes, quando identificam alguma movimentação que foge dos habituais gastos, bloqueia o cartão e entra em contato com o cliente para averiguar a autenticidade da compra.

Quem quem não tem, já teve ou ainda vai ter, é inevitável, é a evolução do dinheiro de papel como o conhecemos dando lugar ao dinheiro plástico e logo o dinheiro digital, então cabe a nós clientes usufruir da melhor forma possível destes benefícios, sem ilusão de que o cartão de crédito multiplica nosso dinheiro, mas sim dando espaço para aproveitarmos todas as facilidades que este nos proporciona.

1 resposta - Faça um comentário

Comente aqui !