Dicas

Cadastro MEI – Como fazer Passo a passo

Trabalhar como MicroEmpreendedor Individual é uma boa forma de começar uma empresa de sucesso. Saiba se cadastrar no MEI..

Ter sua própria empresa e começar do zero é o que tem feito muito gente conseguir driblar a recessão econômica que o Brasil se encontra. Trabalhar como Micro Empreendedor Individual é uma boa forma de começar uma empresa e um negócio de sucesso.

O que é um MEI?

O micro empreendedor individual, mas conhecido formalmente como MEI, nada mais é que um profissional que tem um pequeno negócio e busca sua formalização e independência. A formalização garante diversos benefícios para quem está começando. Conseguir se tornar um micro empreendedor e se formalizar é mais fácil do que se imagina. É um processo tranquilo, que além de gratuito, garante muita tranquilidade para você no futuro.

O MEI é um tipo de empresa que formaliza quem trabalha por conta própria, pode ser uma manicure, um pedreiro, cabeleireiro, etc. Para ser considerada MEI, a empresa deve faturar fatura até 60 mil reais por ano. A partir de 2018, este valor sobe para 81 mil reais.

Este tipo de empresa e negócio tem crescido muito no Brasil. Para se ter uma ideia, de 23% da população em 2004, o número passou para 35% em 2015. Estes foram dados divulgados pela pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM), feita no Brasil pelo Sebrae pelo Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBQP).
Cadastro MEI – Como fazer Passo a passo
Ser um MEI significa estar formalizado. Isto pode ser a melhor maneira de você investir no futuro do seu negócio e dar um jeito na sua vida financeira.

O que é necessário para se tornar um MEI

Para se tornar um Micro Empreendedor Individual basta se formalizar e realizar o cadastro MEI. Para isso, o MEI deve seguir algumas exigências básicas antes de realizar seu cadastro. Primeiramente, ele não pode participar como sócio, administrador ou titular de outra empresa.

O MEI também deve ter contratado no máximo um empregado. O empresário ainda deve exercer uma das atividades econômicas previstas no Anexo XIII, da Resolução do Comitê Gestor do Simples Nacional de nº 94/2011, o qual relaciona todas as atividades permitidas ao MEI.

Seguindo estas pequenas exigências você está apto a se formalizar e entrar de vez no mercado como Micro Empreendedor individual. É importante que você saiba que a formalização não tem custo, mas o micro empreendedor deve pagar impostos.

Uma das facilidades do microempreendedor individual é que os impostos do MEI são simplificados. O microempreendedor individual deve paga um valor fixo mensal que é calculado de acordo com a sua atividade.

O passo a passo para fazer o cadastro MEI e se tornar um Microempreendedor

É muito fácil fazer seu cadastro MEI. Os documentos necessários para a formalização são o CPF, o Título de Eleitor e Número do recibo da entrega do IRPF. Primeiramente, para se cadastrar como microempreendedor individual, você irá acessar o Portal do Empreendedor.

Para se formalizar basta você seguir estes passos:

– Clique ou pressione o botão Formalize-se

Insira o número do CPF e a data de nascimento

– Insira o número do Título de Eleitor ou o número do recibo da declaração de Imposto de Renda dos últimos dois anos

– Digite os caracteres solicitados

– Preencha o formulário com os dados solicitados

Depois de completado todos estes passos, o empresário receberá um código por SMS no telefone celular cadastrado. Este código será utilizado para confirmar o processo de abertura. Após receber o sms basta inserir o código recebido e confirmar a inscrição.

Conheça alguns benefícios ao fazer o cadastro MEI

Existem diversas vantagens para quem pretende se candidatar como MEI. Esses benefícios vão desde descontos até importantes seguranças previdenciárias. Quem possui cadastro MEI, consegue um registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), o que facilita abertura de conta bancária; pedido de empréstimos, venda para outras empresas e emissão de notas fiscais.

Além disto, o MEI a partir de sua contribuição mensal consegue pela previdência o auxílio-doença, salário maternidade, auxilio reclusão, pensão por morte, aposentadoria por invalidez e até mesmo aposentadoria por idade.

Lembre-se que para receber estes benefícios previdenciários, é necessário realizar o pagamento do DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional). Para obter os benefícios, você precisa contribuir por um determinado tempo.

Procure se formalizar e coloque seu nome no mercado de forma mais tranquila e profissional. Se tornar um micro empreendedor individual pode ser a chave para alcançar a tão sonhada independência financeira e ter seu próprio negócio.

Cadastro MEI – Como fazer Passo a passo
Média 4.819 votos

Escreva um comentário