Aproveite para colocar as contas e débitos financeiros em dia

2013 esta chegando, para garantir desde já um próximo ano financeiramente equilibrado, como você vai colocar as contas em dia?

Colocar as contas em dia? Esta sem dúvida é o desejo de milhares de pessoas que estão com débitos financeiros, contas atrasadas, nas dívidas que serão adquiridas com o período de festas ou nas contas que chegaram no início do ano, e por falar nelas, não são poucas, o IPTU, IPVA, Seguro do carro, renovação de matrículas dos filhos na escola, material escolar irão consumir boa parte dos rendimentos. E se faltar dinheiro?

O ano de 2013 está chegando, para garantir desde o já “um próximo ano novo” financeiramente equilibrado, vai depender do que você fizer até o final de dezembro à fevereiro, o ideal é já ir pensando no planejamento do que será feito para pagar as dívidas, eliminar custos e poupar um pouco do que será ganho.

Muitas pessoas já possuem empréstimo pessoal, financiamento de bens, crédito direto ao consumidor e débito no cheque especial e faturas do cartão de crédito penduradas no rotativo, nesses casos o que é possível fazer? O primeiro passo é levantar quanto esta sendo gasto com parcelas de “dívidas financeiras” e com juros pagos com encargos e multas; O segundo passo é levantar quanto é a renda real, ou seja, quanto se ganha para pagar todos os custos fixos e custos variáveis, a melhor opção é fazer uma relação.
colocar as contas em dia

Leve em consideração as contas de juros mais altos, os consultores financeiros sempre ensinam que a prioridade é pagar sempre as dívidas que possuem juros mais altos como a do cartão de crédito, como sempre é o vilão principal, seguido do cheque especial e posteriormente empréstimo pessoais com juros mais baixos.

Com o dinheiro extra recebido do 13º salário, férias e bonificações e as caixinhas de natal, o ideal é realizar a quitação desses tipos de compromissos financeiros, tente pagar tudo ou adiantar parcelas para diminuir o saldo devedor de alguns empréstimos, se for o cartão de crédito, pague a última fatura integralmente.

Aproveite que o cenário econômico está muito favorável para a eliminação de operações caras pela troca por operações com juros mais baratos, principalmente as linhas de crédito pessoal e financiamentos. Esqueça as festas por um instante e coloque em prática um plano de contenção e renegociação de dívidas.

Todos nós sabemos que fazer dívidas é muito fácil, mas sair delas muitas vezes é penoso, portanto, se você quer mesmo entrar o ano com as dívidas saldadas ou até mesmo fazer uma pequena reserva de dinheiro, uma alternativa é se desfazer de algum patrimônio pessoal, considere vender um automóvel ou algo de tenha valor mas que você não esteja utilizando.

Uma dica bacana é fazer um bazar com tudo que você não precisa mais, nos Estados Unidos os “bazares de garagem” são um sucesso quando o motivo é “conseguir dinheiro extra” para saldar dívidas ou fazer uma reserve de dinheiro.

O Natal e Final de Ano complica a vida de muitas pessoas, não queira dar uma de bonzinho com todo mundo porque os seus credores não serão bonzinhos com você na hora da cobrança. Leve a sério a reorganização das suas contas e principalmente não continuar com dívidas de empréstimo, crédito pessoal e “financiamentos em 2013”.

2 comentários - Faça um comentário

Comente aqui !