Skip to content

Alienação fiduciária: Conheça e dicas e macetes da transação

O que é alienação fiduciária e porque vale a pena? Essa modalidade é  quando o bem adquirido pelo cliente se torna propriedade do banco até que o valor devido seja totalmente pago. O cliente continua a utilizar o bem, ou seja, pode continuar morando na residência ou dirigindo o veículo, mas ele não pode vendê-los ou fazer qualquer alteração sem antes solicitar a permissão do banco.

Essa prática serve como garantia das intenções de pagamento do cliente e caso ele deixe de pagar, o bem ou imóvel são apropriados pelo banco. A alienação fiduciária é vantajosa no sentido em que substitui outras formas de garantia que poderiam ser bem mais burocráticas e difíceis de conseguir.

Essa opção também se mostra vantajosa, na medida em que se percebe que os juros relacionados são mais baixos que os das outras formas de crédito como o cheque especial, empréstimos, ou até mesmo o crédito pessoal. Preparamos esse post para auxiliá-lo a entender melhor no que consiste a alienação fiduciária e também como vender um imóvel que esteja alienado. Continue a leitura.

Alienação fiduciária: Saiba como vender algo que esteja alienado?
Alienação fiduciária

Entre em contato com o credor do bem aliendao

A primeira ação que você deve desempenhar quando estiver interessado em vender o imóvel alienado é entrar em contato com o banco ou financeira que detém os direitos dele. Dessa forma, você será informado dos próximos passos e como deve proceder em relação aos documentos necessários e informações que devem ser passadas a um possível comprador.

Anuncie o bem (móvel ou imóvel)

A propaganda é a alma de qualquer negócio, portanto, utilize-a com sabedoria. Hoje em dia, as redes sociais estão disponíveis para que se possam fazer negócios. sites como o Facebook contam com comunidades direcionadas à compra e venda dos mais diversos objetos, basta saber procurar.

Informe o comprador da situação do imóvel

É direito do comprador de saber exatamente pelo que está pagando. Informe-o das restrições do veículo ou do imóvel e analisem juntos a situação e o que pode ser feito. Veículos com restrição geralmente são vendidos mais barato, de forma que o comprado possa continuar pagando as parcelas, ou receba uma compensação por não poder passar o bem para seu nome.

Esteja com a documentação do veículo ou imóvel em dia

Qualquer transação que você for executar é importante que os documentos estejam em perfeita ordem para que não haja problemas posteriores.

Dê preferência aos compradores que pagam à vista

Em geral, os valores de compra de bens alienados pelo banco são utilizados no abatimento da dívida. Sendo assim, dê sempre preferência àqueles que contam com o dinheiro em mãos, afinal, trata-se de uma vantagem tanto para você quanto para o comprador, que poderá passar o bem adquirido para o próprio nome com mais rapidez.

Antes de fazer qualquer negócio, analise sua situação e verifique as vantagens e desvantagens de sua decisão. Correr o risco de incorrer em um erro pode ser desgastante e atrapalhar seus planos. Dessa forma, procure se informar sempre e manter os documentos regularizados para que o negócio possa ser lucrativo para ambas as partes.

Agora que você já sabe mais detalhadamente o que significa uma alienação fiduciária, você também pode vasculhar em nosso Portal para conferir nossos outros conteúdos. Confira!

Alienação fiduciária: Conheça e dicas e macetes da transação
Média 4.316 votos